Trilha Sonora: 8 músicas do filme “Elis”

maxresdefault

“Elis”, cinebiografia que conta a história de uma das maiores cantoras brasileiras, chegou aos cinemas no dia 24 de novembro. Dirigido por Hugo Prata, tem Andreia Horta na pele da irreverente e marcante Elis Regina. Também estão no elenco Caco Ciocler, Lucio Mauro Filho e Gustavo Machado. O longa faturou três prêmios no Festival de Gramado. Assista o trailer clicando aqui.

Nascida e criada no Rio Grande do Sul, Elis deixa sua casa para tentar melhores oportunidades no mundo da música no Rio de Janeiro. Não demora muito para que seu sucesso seja reconhecido, inclusive por um grande produtor e compositor chamado Ronaldo Bôscoli, que num futuro próximo se torna seu marido. Sua carreira é marcada por polêmicas e grandes momentos.

Confira a seguir, 8 músicas presentes no filme “Elis”:

Como Nossos Pais – Elis Regina

Considerada por muitos como a melhor cantora brasileira de todos os tempos, Elis Regina construiu sua carreira e teve grande destaque durante os anos de 1960 até 1980. Passando da MPB para a Bossa Nova, Samba e Jazz, a cantora vendeu milhões discos e teve parcerias memoráveis. Elis faleceu aos 36 anos.

“Como Nossos Pais” integra o álbum “Falso Brilhante”, de 1976, lançado pela Phonogram. A faixa foi composta por Belchior e interpretada por Elis em seu show, que teve mais de 1200 apresentações, tornando assim mais conhecido o compositor. O disco é considerado até hoje um dos maiores representativos da MPB.

Madalena – Elis Regina

Conhecida por suas declarações polêmicas, Elis foi apelidada de “Pimentinha” por Vinicius de Moraes e os Machado de Carvalho (donos da TV Record de São Paulo). Foi grande amiga de Rita Lee e inspirou cantoras como Daniela Mercury.

“Madalena”, foi lançada em 1971 como parte do disco “Ela”, da gravadora Philips. Teve como compositores Ronaldo Monteiro e Ivan Lins, fazendo deste o primeiro grande sucesso composto pela dupla. A faixa também foi tema da novela “Meu Primeiro Amor”, sucesso de Walter Negrão no ano de 1972.

Fascinação – Elis Regina

Quando esteve em Londres, a cantora gravou com o maestro Peter Knight e sua orquestra o disco “Elis in London”, e o impressionou ao não precisar repetir nenhuma das 12 canções. O álbum só veio a ser lançado no país em 1982, após sua morte.

“Fascinação”, também integrante do disco “Falso Brilhante”, foi composta por F. D. Marchetti e Maurice de Féraudy em sua versão original e em português foi adaptada por Armando Louzada.

O Bêbado e a Equilibrista – Elis Regina

Em 1964, Tom Jobim recusou Elis nas audições do disco “Pobre Menina Rica”, dizendo que ainda era muito provinciana. 10 anos depois eles gravaram juntos o álbum “Elis & Tom”, presente comemorativo para os 10 anos da gravadora Philips, atualmente chamada de Universal.

A faixa faz parte do álbum “Essa Mulher”, de 1979. Este foi o primeiro disco de Elis após sair de sua antiga gravadora, e Phonogram. “O Bêbado e o Equilibrista” foi composta por João Bosco e Aldir Blanc, também responsáveis por escrever outras faixas presentes no CD.

Arrastão – Elis Regina

Com grandes chances e oportunidades de estabelecer e criar uma carreira internacional, Elis desistiu por conta de seus filhos e família que moravam no Brasil. Ela se dizia uma cantora eminentemente brasileira.

“Arrastão” foi composta por Vinicius de Moraes e feita por Edu Lobo em 1965 e venceu o 1º Festival de Música Popular Brasileira, promovido pela TV Excelsior. Sua apresentação é considerada como um dos grandes marcos em sua carreira.

O Pato – Lennie Dale e Sambalanço Trio

Leonardo La Ponzina, mais conhecido como Lennie Dale, foi um dançarino, coreógrafo, cantor e ator americano. Chegou ao Brasil em 1960 e desde então passou longas temporadas no país. Dirigiu espetáculos com fortes características boêmias e músicos da bossa nova. Faleceu em 1994 vítima do vírus da AIDS.

Em 1965 lançou o disco “Lennie Dale e o Sambalaço Trio”, da qual fez parte a versão da canção “O Pato”.

O Sol Nascerá (A Sorrir) – Cartola

Agenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola, nasceu no Rio de Janeiro e foi um compositor, cantor e poeta. Entrou para a história como um dos maiores sambistas do Brasil e somente aos 66 anos teve a oportunidade de gravar seu primeiro disco solo. Foram no total 4 discos lançados até o momento de sua morte, em 1980.

“O Sol Nascerá” foi composta por Cartola e Elton Medeiros em 1961. 3 anos depois de sua composição, a canção foi inserida no álbum de estreia de Nara Leão, e mais tarde, também integrou o disco homônimo de Cartola.

In And Out Of Love – Diana Ross & Supremes

Diana Ross é uma cantora americana de Jazz, R&B e Soul. Com uma estimatica de mais de 100 milhões de discos vendidos, Diana Ross é considerada uma das maiores vozes e representantes de sua geração. São no total 57 anos de carreira e mais de 20 discos lançados.

“In And Out Of Love” fez parte do B-Side “I Guess I’ll Always Love You”, de 1967. A faixa teve ótima recepção, alcançando a 13ª posição na Billboard Hot 100 e o 13º lugar na UK Singles Chart. Esta faixa fez do grupo o mais bem sucedido da época.

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO!