Aquecimento Grammy: Confira os brasileiros que já venceram a premiação

Hoje, sexta-feira (06) começa um especial aqui no Nação da Música que vai funcionar como um aquecimento para a maior premiação da música: o “Grammy Awards”. Toda sexta-feira de hoje até o final de semana do Grammy, que acontecerá dia 12 de fevereiro, teremos uma publicação com curiosidades sobre a história deste acontecimento tão almejado pelos artistas: ganhar um gramofone.

Na publicação de hoje vamos conhecer os artistas brasileiros que já venceram o prêmio. Para minha surpresa, vários artistas do país já conseguiram tal feito, alguns até mais de uma vez.

O primeiro Grammy vencido por um brasileiro foi entre 1960 e 1964 quando o violinista Laurindo de Oliveira arrematou cinco prêmios.

A primeira vez de um prêmio de destaque veio em grande estilo em 1965, quando o casal Astrud e João Gilberto venceu a premiação. Ela na categoria de “Gravação do Ano” por “The Girl From Ipanema”, versão em inglês da famosa “Garota de Ipanema” de Tom Jobim e Vinicius de Moraes e ele na maior categoria da noite: “Álbum do Ano”.

Quase 10 anos depois, em 1974, outro brasileiro dava as caras na premiação. Eumir Deodato venceu a categoria de “Melhor Performance Pop Instrumental” pela versão da faixa “Also Sprach Zarathustra” de Richard Strauss que está presente no filme “2001: Uma Odisseia no Espaço”, de 1968.

15 anos depois, foi a vez do rei Roberto Carlos ter seu trabalho reconhecido. O veterano venceu a categoria “Melhor Álbum Pop Latino” por seu disco homônimo lançado em 1988.

Sérgio Mendes venceu “Melhor Álbum de World Music” em 1992 por “Brasileiro” e Tom Jobim voltou a ter conexão com a premiação em 1995 quando venceu “Melhor Álbum de Jazz Latino” por “Antônio Brasileiro”.

Na virada do milênio, o Brasil venceu quatro vezes seguidas a categoria de “Melhor Álbum de World Music”. Milton Nascimento, que já havia sido indicado na categoria em 1992 por “Txai” e em 1995 por “Angelus”, finalmente venceu em 1998 com o álbum “Nascimento”. Em 1999, Gilberto Gil levou a melhor por “Quanta Live”, seguido por “Livro” de Caetano Veloso em 2000 e “João Voz e Violão” de João Gilberto em 2001, fazendo de João o primeiro brasileiro a ter dois prêmios Grammy.

Com a criação do Grammy Latino em 2000, as coisas mudaram e passou a ser mais difícil um brasileiro ser indicado nas categorias da premiação americana porém, 5 anos depois, Gilberto Gil igualou o feito de João Gilberto e venceu seu segundo prêmio quando seu álbum de 2005 “Eletracústico” venceu a categoria de “Melhor Álbum de World Music Contemporânea”.

Por fim, os vencedores brasileiros mais recentes do gramofone foram o Trio Corrente por “Song for Maura” em 2014 e a cantora e pianista Eliane Elias por “Made in Brazil” em 2016, ambos na categoria “Melhor Álbum de Jazz Latino”.

Por hoje é só, mas semana que vem vamos falar dos polêmicos casos de artistas que já foram indicados várias vezes, mas nunca conseguiram vencer um Grammy.

Deixe seu comentário, marque aquele seu amigo que também curte Grammy Awards, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram. A performance do Grammy de hoje fica por conta da inigualável Whitney Houston em 1994 com “I Will Always Love You” introduzida acapella:

COMPARTILHAR
Guilherme Anacleto: Estudante de Arquitetura e Urbanismo por opção, cantor e amante de música por vocação. Uniu seu gosto por música e por escrita quando viu no Nação da Música a oportunidade de fundir ambos. Não fica sem um bom livro, um celular e um fone de ouvido. Amante de séries, televisão, reality shows, gastronomia e viagens e tenta sempre usar isso a seu favor para estar reunido com família e amigos. Uma grande metamorfose ambulante reunida em um coração sonhador com um toque de humor indispensável.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!