Guia de sobrevivência: Como chegar ao Lollapalooza Brasil 2017

Crédito: T4F

Já garantiu seu ingresso pro Lollapalooza Brasil e agora precisa descobrir como chegar até o Autódromo de Interlagos? O transporte público é a melhor opção, mas reunimos alguns jeitos que vão te ajudar a não passar tanta dor de cabeça na hora de ir até o festival.

Agora pega a caneta e o papel pra anotar o roteiro que melhor se encaixa na sua programação:

Como chegar de trem, metrô e ônibus

Se você vai de transporte público, seu destino final é a linha 9 Esmeralda, ela vai te levar até a estação Autódromo de Interlagos, a mais próxima do local. Agentes do festival estarão presentes na saída para auxiliar. Pra se localizar melhor, só dar uma olhada no mapa abaixo:

Crédito: Reprodução Google

Para ter uma visualização melhor do mapa, clique aqui.

O seu foco são ônibus? Então dê uma olhada no site da SPTRANS, lá você consegue calcular o caminho certo com as linhas que chegam até o local.

Pra quem vai de carro

O recomendado é ir de transporte público para não sofrer no trânsito, mas caso você prefira optar pelo carro, tem como ter uma experiência melhor. Ao invés de deixar o automóvel encostado no Autódromo, tente achar um estacionamento que funcione 24 horas nas estações de trem próximas, por exemplo, Vila Olímpia, Morumbi e Berrini.

Claro que você ainda vai ter que pegar trem, mas acredite, o perrengue vai ser muito menor já que dá pra fugir do trânsito que estará no local.

***

E não se esqueça de dar uma conferida no que pode e o que não pode levar, ok? Sempre bom!

Táxi, Uber e afins

Provavelmente os apps de transporte privado estarão com códigos promocionais durante o evento. Pra aproveitar, fique de olho na página de cada marca!

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Lollapalooza Brasil, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram. Ouça a playlist especial que fizemos para o festival:


COMPARTILHAR
Juliane Romanini
Formada em Publicidade e profissional na área "achar bandas novas". Não recuso uma boa playlist, admito meu vício pelo Spotify e não tem tempo ruim quando o assunto é show. Meu ménage perfeito é com a Netflix e um bom cobertor.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!