Entrevista: Gamp fala sobre seu novo EP, inspirações e futuro da banda

A Gamp é uma banda formada por Vinícius Carossi, Bidu Dequech, Matheus Ribeiro, Euclydes Bomfim e Lucas Bastos com um som voltado para o pop/rock. Em 2015, ganharam destaque com uma releitura de “Hoje Eu Quero Sair Só”, sucesso com Lenine e no ano passado lançaram um EP com direção artística do Rick Bonadio.

Nação da Música conversou com Matheus e Vinícius que contaram um pouco sobre a gravação do EP “Gamp”, suas influências e próximos passos da banda nesse ano de 2017.

Entrevista feita por Marina Moia.

————————————————————————————————————— Leia a íntegra

O EP “Gamp” foi lançado no ano passado, com direção do Rick Bonadio e gravado no Midas Studios. Como foi toda a experiência da gravação e como é o processo criativo da banda?
Matheus: Cada gravação é diferente da outra e essa experiência no Midas foi muito diferente do nosso disco anterior. E foi diferente porque a expectativa que tínhamos com esse trabalho era diferente também, estamos mais maduros.

Cada projeto exige um comportamento diferente da banda, mas apesar disso, o processo criativo tem sido o mesmo desde o começo da banda. A gente cria de forma muito democrática, às vezes chegamos com coisas prontas, às vezes criamos na hora. Talvez a maior diferença desse EP foi que a gente tentou criar tudo aqui em São Paulo, baseado em tudo o que a gente conversava com o Rick, o Cris e o Fernando Prado.

Mas de qualquer forma, todo mundo participou em todos os pontos. 

Vinícius: Pra esse EP a gente chegou com o esqueleto das músicas, pelo menos, mas deixamos toda a parte criativa de gravação para pensar e acontecer no estúdio. Isso foi uma experiência sensacional.

O clipe de “Previsão do Tempo” também foi divulgado em dezembro, com muitas luzes, grande produção e uma linda fotografia. Como foi a gravação?
Matheus: Esse clipe foi divertidíssimo gravar. Tem muitas coisas no nosso trabalho que, como músicos, são legais de fazer: o show, obviamente, gravar a música no estúdio e gravar um clipe, sem dúvida.

E mais uma vez, a gente tinha um time de peso ajudando a gente. Um deles foi o Mess Santos, que foi o diretor do clipe, um cara jovem, de BH também, que chegou com uma proposta maravilhosa. Quando a gente viu todo o palco montado, com todas aquelas luzes, a gente já sabia que ia ficar sensacional.

Vinícius: Tudo foi pensado detalhadamente por ele, as câmeras móveis, a luz. 

Matheus: Uma das coisas que o Mess mais pediu para nós foi tentar fazer os movimentos da forma mais naturais, pra deixar o mais próximo possível de como a gente se comporta no palco.

E vocês pretendem lançar novo videoclipe em breve? De qual música?
Matheus: Não é nosso plano mais imediato. Mas por mim eu gravava clipe de todas as músicas. Creio que saia algum vídeo ao vivo, de alguma música, mas vai depender da resposta do público, de qual música terá uma aceitação maior.

Quais as maiores influências da Gamp?
Matheus: Pra esse trabalho ficamos bem focados em Coldplay, Imagine Dragons, Muse. Escutei bastante 1975, que lança clipes fantásticos.

Vinicius: Acho que vai muito de cada integrante. Eu busquei muito no U2, que eu adoro, Red Hot também. E também temos influências de artistas de nichos diferentes do nosso, como por exemplo, o Justin Bieber, que ouvimos pra caramba.

Como está sendo tocar essas músicas novas do EP ao vivo? E como o público está reagindo?
Matheus: Não fizemos ainda um show de lançamento, mas já apresentamos as músicas de forma experimental em algumas apresentações. Foi mais um show de teste de novo repertorio. Foi muito interessante a resposta do público para cada música. 

Vinícius: Estamos produzindo um show que se adapte para todos os tipos de palco, sem perder a qualidade. Estamos pensando em cada música, do que cada uma precisa para ficar boa no palco.

Vocês fizeram bastante sucesso com a versão de “Hoje Eu Quero Sair Só”, do Lenine, em 2015. Pretendem fazer mais releituras?
Matheus: Sim, pretendemos. Sentimos muito prazer em fazer, em nossos shows sempre teve e queremos fazer mais.

Vinícius: Gostamos muito de fazer versões, sempre estamos pensando em ideias para gravar. Já temos uma próxima, acho que será a música “Mais ninguém”, da Banda do Mar. Temos tocado ela nas lives que fazemos do estúdio e a versão tá bem legal.

E se você pudesse escolher uma banda ou artista para regravar alguma música da Gamp, quem vocês gostariam?
Matheus: É o tipo da resposta que eu vou me arrepender depois de pensar em outras pessoas. Porque ao mesmo tempo que eu poderia escolher um artista que seja uma inspiração pra nós, talvez fosse interessante pensar em alguém que não tenha tanto a ver com nosso som. 

Vinícius: Eu penso logo de cara em Gilberto Gil (risos).

Matheus: Eu queria ver uma banda como o Muse gravar. Como que eles gravariam uma música nossa, o que fariam de diferente, já que eles foram uma influência muito forte.

O que podemos esperar do futuro da Gamp neste ano?
Matheus: bom, já gravamos um clipe muito bacana que está em nossa página do Youtube. Esse é um dos nossos principais canais prá atingir todo o Brasil. Além disso, estamos investindo em rádios de todo o Brasil, estamos fazendo um trabalho grande em redes sociais para justamente “sair de casa”, como se diz, e, principalmente planejando um novo show para viajar o máximo possível.

Gostaria de mandar uma mensagem para os fãs da Gamp?
Gostaríamos de agradecer o apoio de sempre, o carinho com que eles nos acompanham, participam das lives, das redes sociais. E esperamos que eles tenham gostado do nosso novo trabalho.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Gamp e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter,  Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Andressa Oliveira: Metade campograndense, metade paulistana. Iniciou a sua faculdade de Jornalismo em 2012 e escreve para o Nação da Música desde então. Estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais e em descobrir artistas novos por meio dos seus covers. Odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Apaixonada por seriados, livros e filmes da Disney.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!