Resenha e setlist: Guns N’ Roses em São Paulo (11/11/2016)

Foto: Katarina Benzova / Reprodução - Facebook.
Foto: Katarina Benzova / Reprodução – Facebook.

Na noite da última sexta-feira (11), com os ingressos praticamente esgotados – apenas cadeiras inferiores disponíveis – e contando com a banda Plebe Rude fazendo o show de abertura, a norte-americana Guns N’ Roses se apresentou em São Paulo (SP), com o seu primeiro dia de shows na capital paulista – no dia 12 de novembro eles fizeram a sua segunda apresentação – trazendo a turnê “Not In This Lifetime”.

O show começou ainda com o céu sem dar sinais da chuva, – mas que depois tomou boa parte da apresentação – com cerca de 29 minutos de atraso pelo horário previsto – às 21h29. Contando com parte da sua formação clássica, Axl, Slash e Duff – este entrou prestando uma homenagem ao lendário Lemmy do Motorhead, ao usar uma camiseta com o rosto estampado do também baixista – demonstraram que de fato os problemas do passado, ficaram no passado, e ao longo do show era fácil notar a animação, principalmente de Axl Rose que correu de um lado para o outro, praticamente o tempo todo – mesmo que fora da sua melhor forma física.

Entre o público tinha pessoas de todas as idades, mas em sua maioria eram pessoas adultas que estavam com suas famílias, e que logo no começo da apresentação, cantou “It’s So Easy” do começo ao fim da faixa em alto e bom som, e que só foi se repetir de novo, na quarta música onde rolou a performance de “Welcome To The Jungle”. Entre “It’s So Easy” e “Welcome To The Jungle” eles tocaram “Mr. Brownstone” (1967 – “Appetite For Destruction”) e “Chinese Democracy” (2008, do álbum que leva o nome da música) – que sinceramente, poderia ter sido substituída por “Patience”, que não foi apresentada durante o show.

Foto: Katarina Benzova / Reprodução - Facebook.
Foto: Katarina Benzova / Reprodução – Facebook.

Já em um ponto alto, o público assumiu o vocal e cantou ao som da banda – que estava sem o Axl naquele momento – o hino do Pink Floyd, “Wish You Were Here”, e que foi memorável.

Aliás, falando um pouco do Axl com vocês, diferentemente do que aconteceu em 2011 quando o mesmo se apresentou no Rock in Rio, o músico – acredito eu – foi o integrante que mais sentiu de forma positiva a volta da formação com Slash e Duff e estava visivelmente feliz. Isso só se somava com a sensação que quem estava presente teve, onde as músicas que o público mais se animavam faziam com que o vocalista se animasse também e cantasse com mais força e potência, ou seja, não preciso nem comentar o quão incrível foi ouvir os clássicos do final no show como “Sweet Child O’ Mine”, “November Rain”, “Knockin’ On Heaven’s Door”, “Nightrain”, “Don’t Cry”, e “Paradise City”, onde ele se torna um gigante.

O show se encerrou próximo da meia noite com uma homenagem no telão ao lendário Leonard Cohen que faleceu essa semana – assim como você viu aqui na Nação da Música.

No final dessa publicação vocês podem conferir o setlist completo com as músicas apresentadas no show, em um formato de playlist no Spotify. Mas caso prefira, essas foram as músicas apresentadas no show do dia 11 de novembro de 2016:

It’s So Easy
Mr. Brownstone
Chinese Democracy
Welcome To The Jungle
Double Talkin’ Jive
Better
Estranged
Live & Let Die
Rocket Queen
You Could Be Mine
Can’t Put Your Arms Around A Memory/Attitude
This I Love
Civil War
Coma
Band Intros
Slash’s Solo/ Godfather Theme/Sweet Child O’ Mine
Wish You Were Here (Pink Floyd)
Layla/November Rain
Knockin’ On Heaven’s Door

Nightrain
Babe I’m Gonna Leave You (Intro) / Don’t Cry
The Seeker (The Who)
Paradise City

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e acompanhar as novidades do Guns N’ Roses e da Nação da Música. Confira o setlist no formato de playlist:


COMPARTILHAR
Redação
A redação é comandada por Rafael Strabelli, Editor Chefe e Fundador da Nação da Música, que existe desde 2006. O site possuí mais de 20mil publicações entre notícias, shows, entrevistas, coberturas, resenhas, videoclipes e muito conteúdo exclusivo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!