Especial: The Voice USA (12) – Começaram as batalhas

Nessa semana no The Voice USA demos boas vindas as batalhas (uma das minhas partes favoritas do programa, confesso). E na segunda-feira (20) conhecemos quais candidatos continuaram, quais foram roubados e quais deram adeus ao nosso reality show favorito. Nessa fase os técnicos contaram com a ajuda de alguns conselheiros sendo eles: John Legend para o Team Adam, Celine Dion para o Twen Gwen, DJ Khlaed para o Team Alicia e Luke Bryan para o Team Blake. Durante essa fase do programa, cada técnico tem direito a roubar dois artistas. Vamos ver então tudo o que aconteceu na primeira noite de batalhas.

O programa então começou com a batalha do Team Blake entre Brennley Brown e Lauren Duski. O técnico escolheu as duas por terem basicamente o mesmo estilo musical e ele quer mais variedade em seu time – mas vale lembrar que ambas tiveram boas audições.

Cantando “Better Man” nós vimos uma Lauren mais madura e conectada com a música e Brennley que em alguns momentos pareceu se perder na letra, mas as duas, vocalmente, fizeram uma ótima apresentação. Blake então escolheu Lauren para continuar em seu time e os técnicos Adam e Gwen apertaram os seus botões para roubar Breenley. A jovem então seguiu no Team Gwen.

Na sequência vimos uma batalha entre JChosen e Kenny P, do Team Gwen. Durante o ensaio JChosen pareceu um pouco nervoso enquanto Kenny estava mais à vontade na presença da Celine Dion.

Cantando “I Was Made to Love Her” a dupla fez uma bela apresentação, mas que deixou um ar de que poderia ter sido melhor. Os dois ficaram muito na zona de conforto e em alguns momentos ficou parecendo apresentação de karaokê. Gwen por fim escolheu JChosen para continuar sem time e ninguém roubou Kenny P.

Do Team Alicia vimos uma batalha entre Anatalia Villaranda e Missy Robertson. Nós vemos aqui um par meio complicado. Missy tem o dobro da idade de Anatalia, sendo que a mais nova tem muita energia e presença de palco o que dependendo da música poderia ofuscar facilmente a mais velha.

Elas apresentaram então a música “Tightrope” o que já favoreu Anatalia, mas a beleza da batalha foi que Missy não se deu por vencida. Elas fizeram uma boa apresentação (eu ainda acho que vocalmente Missy foi melhor), mas o brilho da Anatalia prevaleceu e Alicia continuou com ela em seu time.

Na sequência vimos Gaby Borromeo e Mark Isaiah do Team Adam. Nessa batalha poderíamos pensar a princípio: “Gaby vai se dar muito bem, porque ela já trabalhou com John Legend e ele é o conselheiro do time”. Mas aí vimos a escolha da música e essa certeza já começou a diminuir.

A dupla subiu ao palco do The Voice para cantar a música “Pillowtalk” o que de certa forma, estava na zona de conforto do jovem Mark. Eu confesso que preferi a apresentação de Gaby, mesmo ela as vezes mostrando sinais de desespero aqui e ali. Ela já é mais madura e mostrou muito mais confiança no palco. Mark fez o que ele sabe fazer e só. Mas, como eu não sou técnica desse programa, minha opinião não vale muito. Adam escolheu Mark como o vencedor e ninguém roubou Gaby.

Alicia reuniu Felicia Temple e Quizz Swanigan para essa próxima batalha. Essa dupla fez menos sentido do que a técnica tentando explicar o motivo de coloca-los juntos. Porque veja bem: os dois tiveram ótimas audições. Por que perder um deles?

Eles então cantaram a música “Titanium” o que dificultou ainda mais a química entre a dupla. Felicia estava na sua zona de conforto, Quizz sofreu um pouco por causa da sua idade, mas no fim, eles fizeram o melhor para que fosse uma boa apresentação. Alicia então escolheu continuar com Quizz e Felicia foi roubada por Blake.

A última – e melhor – batalha dessa noite no The Voice ficou por conta do Team Blake com Casi Joy e Ashley Levin. Essa foi uma apresentação que poderia ter tido qualquer resultado. Acredito que ambas as candidatas estavam no mesmo nível o que deixou tudo ainda mais surpreendente.

Cantando “How Blue” a harmonia, a interação, tudo estava no ponto e deixou os técnicos impressionados e já preparados para um steal. Blake acabou escolhendo Casi para continuar em seu time, mas os outros três técnicos logo apertaram os seus botões para roubar Ashley. Vale lembrar que esse tipo de roubo não acontece sempre. Ashley então escolheu seguir no Team Alicia.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

 

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Metade campograndense, metade paulistana, jornalista e apaixonada por música. Escreve para o Nação da Música desde 2012, estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais, odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Seriados, livros e comida também não podem faltar em sua vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!