Especial: The Voice USA (12) – Confira as apresentações do Top 10

Depois de uma semana com eliminações que surpreenderam a muitas pessoas, o The Voice está de volta nessa segunda-feira (08) com apresentações do Top 10. Nessa noite tivemos apresentações emocionantes, outras mais animadas, e que com certeza nos prenderam a atenção. O técnico Blake Shelton também aproveitou a oportunidade para apresentar o single “Everytime I Hear That Song” como você já pode conferir abaixo:

As apresentações então começaram com Jesse Larson, do Team Adam. Cantando “Jungle Love” Jesse mostrou realmente que ele não precisa só da guitarra para fazer uma performance atrativa – apesar de ter feito um solo no meio da música – e dividiu com o público um pouco mais da sua energia e atitude no palco.

Na sequência Aliyah Moulden, do Team Blake, cantou a música “Jealous” em homenagem ao seu pai. Ela cantou que perdeu o seu pai quando ainda era um bebê e não teve tempo nenhum com ele. Logo, essa apresentação teve uma carga emocional muito forte, mas também mostrou o tremendo potencial que Aliyah tem. Acredito que essa tenha sido sua melhor performance até agora, não só pela vulnerabilidade, mas pela maturidade e vocais lindíssimos.

Vanessa Ferguson, do Team Alicia, tem uma postura profissional. E nessa semana ao cantar “Doo Wop (That Thing)” ela nos mostrou, no palco do The Voice, que ainda consegue fazer rap e manter a apresentação em alto nível. Além disso, Vanessa se soltou um pouco mais no palco – algo que eu sentia falta em suas apresentações – e parecia até mais leve. Foi uma boa apresentação.

Mark Isaiah, do Team Adam, já voltou do Instant Save algumas vezes e talvez consiga se salvar de novo, pela escolha da música. Cantando “Sign Of Times” o jovem fez uma boa escolha ao apresentar uma canção bem recente e ambiciosa, porém, sua apresentação não correspondeu as expectativas. Ele sofreu um pouco para cantar alguns trechos, principalmente os falsetes, mas talvez ainda consiga se livrar da eliminação por causa do seu público.

Chris Blue, do Team Alicia, é um dos candidatos mais consistentes do programa. Tudo o que ele faz parece uma apresentação de Grammy ou coisa parecida. Nessa semana, ele cantou “24K Magic” e apesar de ter sido uma performance incrível em um contexto geral, acredito que deixou a desejar nos vocais. Mas isso não foi culpa dele, mas sim da escolha da música. (Uma pequena observação: eu não consigo imaginar uma final sem o Chris).

 Na sequência vimos Lili Passero, do Team Adam. Depois de duas semanas complicadas, Lili fez uma performance muito boa da canção “Unforgettable”. Talvez ter ido depois do Chris e de sua performance cheia de energia tenha trazido alguma desvantagem para ela, mas só de poder voltar a vê-la fazendo esse tipo de apresentação, já é uma vitória.

Lauren Duski, do Team Blake, recebeu a tarefa de cantar uma música um pouquinho mais animada nessa semana. Com “Tell Me Why” ela se afastou da sua vulnerabilidade e fez uma boa apresentação, porém um pouco genérica. Não mostrou conexão nenhuma, mas também não mostrou nenhum erro em seus vocais. (E parece que o público nem se importou, pois ela conseguiu entrar no Top 10 do iTunes).

Hunter Plake, do Team Gwen, veio na sequência. Semana após semana ele tem se mantido mais consistente, principalmente pelo fato de suas apresentações serem únicas. Cantando “Higher Love”, um clássico do Stevie Wonder, Hunter fez sua própria versão, desconstruiu a música, deixou com o seu estilo e fez tudo isso de um jeito que nos conquistasse. (E ainda entrou no Top 10 do iTunes também).

TSoul, do Team Blake, subiu ao palco do The Voice para cantar a música “At this Moment”. Fazendo uma apresentação mais emocionante, ele mostrou um lado bem genuíno, além de estar progredindo a cada semana – depois de ter feito uma performance com alguns erros vocais gritantes.

Por fim tivemos Breenley Brown, do Team Gwen. Cantando “Anyway”, ela seguiu fazendo uma boa apresentação, mas não tenho certeza se a música mostrou o melhor dos seus vocais. Acredito que ela tenha tido apresentações muito melhores durante sua jornada no programa, mas também acredito que ela não corra perigo essa semana.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira

Metade campograndense, metade paulistana, jornalista e apaixonada por música. Escreve para o Nação da Música desde 2012, estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais, odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Seriados, livros e comida também não podem faltar em sua vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!