Trilha Sonora: 29 músicas do filme “Se Enlouquecer, Não Se Apaixone”

- PUBLICIDADE -
Se Enlouquecer, Não Se Apaixone
Foto: Cartaz / Reprodução
blank

“Se Enlouquecer, Não Se Apaixone”, que fica “It’s Kind of a Funny Story” em inglês, é um drama lançado em 2010, daqueles que nos faz refletir do começo ao fim. Com pitadas de humor, a película trata de temas importantes como: depressão, amizade, empatia e amadurecimento. O personagem Craig Gilner (Keir Gilchrist) – o mesmo ator da excelente série Atypical, da Netflix – encara os dilemas da vida na adolescência, a pressão em escolher uma faculdade, carreira, o primeiro amor, as amizades que se transformam com o passar do tempo e o quanto isso pode parecer confuso e abalar a saúde mental.

Devido à dificuldade em enfrentar tudo sozinho, Craig se interna na ala psiquiátrica de um hospital. Lá desbrava um novo mundo com seus companheiros de internação. Um de cada canto do mundo, enfrentando seus problemas internos e ainda assim capazes de se abrirem ao seu modo, e encarar as adversidades com um certo carinho. O filme conta com a participação de Bobby (Zach Galifianakis) – de “Se Beber Não Case” – que se torna o grande parceiro de Craig. Além de Bobby, temos a Dra. Minerva – interpretada pela renomada atriz Viola Davis – e Noelle, interpretada por Emma Roberts.

O longa que trás grandes reflexões em relação ao nosso desenvolvimento como seres humanos, estréia hoje no catálogo da Netflix. Ele conta com uma uma trilha sonora especial com grandes nomes da música, como: Little Denise, The Middle East, Queen & David Bowie, Black Sabbath e Bob Dylan. Selecionei alguns destaques para vocês conferirem logo abaixo e mais ao final dessa publicação você encontra uma playlist com a trilha sonora completa no formato de playlist e o trailer do filme – algumas faixas podem não estar disponíveis no Spotify.

Little Denise – Check Me Out

The Middle East – Blood

Queen & David Bowie – Under Pressure
Lançada em Outubro de 1981 pelos ícones britânicos Queen e o cantor David Bowie, a canção foi escrita numa jam session no período que Bowie atuou nos vocais de uma música do Queen. Incluída no álbum “Hot Space” (lançado no ano seguinte) foi sem dúvidas, o maior hit do disco. A música foi a 2ª do Queen a alcançar o primeiro lugar nas paradas britânicas. Além de ganhar o 1º no UK Singles Chart.

Bob Dylan – It’s Alright, Ma (I’m Only Bleeding)
Escrita e cantada na voz de Dylan, a canção foi lançada em Janeiro de 1965 no álbum “Bringing It All Back Home”. A música é uma das que tem mais signigicado à Dylan e faz uma crítica ao consumismo e mentalidade de guerra na cultura americana.

Black Sabbath – It’s Alright
Diferente do estilo conhecido de Black Sabbath, a canção trás nos vocais o baterista Bill Ward ao invés de Ozzy Osbourne. A letra fala das brigas pessoais e empresariais dos integrantes e a idéia de que ficará tudo bem com os fundadores. A canção está presente no sétimo álbum da banda de heavy metal, o “Technical Ecstasy”.

Pharoah Sanders – Soledad (Indisponível no Spotify)

Elden Calder – Where You Go (Indisponível no Spotify)

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Trilha Sonora, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, YouTube, Facebook, Instagram e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - clique aqui e cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.


- PUBLICIDADE -