Peaky BlindersNo próximo dia 04, a Netflix receberá a quinta temporada da série “Peaky Blinders”, distribuída pela BBC, local onde esta já foi transmitida. Foi escrita e criada por Steven Knight e dirigida por Anthony Byrne.

O elenco conta com diversos nomes já conhecidos das edições anteriores, tendo entre eles Cillian Murphy (“Breakfast On Pluto” e “Batman: O Cavaleiro das Trevas”), Helen Elizabeth McCrory (“Hugo” e “Skyfall”), Paul Anderson (“Sherlock Holmes: A Game of Shadows” e “The Revenant”), Annabelle Frances Wallis (“Annabelle” e “A Múmia”), Sophie Rundle (“Gentleman Jack” e “Episodes”), Sam Claflin (“Como Eu Era Antes de Você” e “Vidas à Deriva”), Anya-Josephine Taylor-Joy (“A Bruxa” e “Vidro”), entre outros.

A trama se passa durante a crise financeira de 1929 e narrará Tommy Shelby (Murphy), agora parlamentar, recebendo propostas e planejamentos ousados de um político (Claflin). Logo, percebe que estes poderão mudar o rumo da Grã-Bretanha e, com isso, o legado e situação de sua família, afetando diversos membros.

Para criar esta montanha russa de emoções, evidenciando a ambientação em seu tempo e as temáticas propostas pela série, a trilha sonora se mostra muito importante. Sendo assim, confira 4 canções presentes.

“Climbing Up The Walls” – Radiohead

Lançada em 1997, está presente no terceiro álbum de estúdio da banda, chamada “OK Computer”.

- PUBLICIDADE -

Com um som mais lento, puxado para o “dark”, ouve-se a voz de Thom Yorke inundar por entre os instrumentais, que contam com a bateria bem marcante, efeitos sonoros produzidos por distorção de guitarra, que se apresenta solo também, e sintetizadores, além de diversos violinos que se juntam para criar a sonoridade proposta pela canção.

A faixa está presente no quinto episódio da série.


“Atmosphere” – Joy Division

- PUBLICIDADE -

A faixa foi originalmente lançada em 1980 para integrar um pacote com o nome “Licht und Blindheit”, contendo esta e “Dead Souls” como singles voltados apenas para a França. Porém, foi relançada em 1988 para compor a coletânea “Substance”.

A canção contém uma predominância de instrumentos de percussão, comumente acompanhados pela voz grave de Ian Curtis. Com o passar da música, novas sonoridades são introduzidas, como a guitarra, carrilhão de sinos e sintetizadores, casando em uma melodia gótica marcante.

Esta ganhou um videoclipe oficial em preto e branco em 1988, no ano de seu relançamento.

Está presente, também, no quinto episódio da série.


- PUBLICIDADE -

“War Pigs” – Black Sabbath

Lançada em 1970, compõe o segundo álbum de estúdio da banda, chamado “Paranoid”.

Funcionando como um grito anti-guerra, a canção se inicia de maneira lenta, porém com os instrumentos marcantes formados pela guitarra de Tony Iommi, baixo de Geezer Butler e bateria de Bill Ward. Após uma leve pausa, a icônica voz estridente de Ozzy Osbourne toma conta, intercalando-se com os instrumentais, até chegar em seu ápice com a sonoridade chave do heavy metal.

A música está no quinta episódio da série.


“Rider To The Sea” – Anna Calvi

Lançada em 2011, é a faixa que abre o álbum homônimo de estreia da cantora.

Apenas tocada, abre espaço para um imenso destaque da guitarra, que é personagem principal durante toda a canção, executando diversas notas em muitos tons, em sua maior parte com toques latinos e western. Com o passar da música, alguns efeitos sonoros aparecem de fundo, junto com o ápice em seu término com certas sonoridades de coral, que vai aumentando gradativamente.

Ela aparece no segundo episódio da série.


Ainda não viu nada sobre o lançamento da nova temporada da série e quer conhecer um pouco mais? Veja o trailer logo no final da notícia!

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Peaky Blinders, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!