Na última segunda-feira (06) começaram os playoffs do nosso reality show favorito. Nesta semana do The Voice o poder da decisão passa para a audiência, que votará em duas vozes de cada time para seguir na disputa. O treinador terá o poder de escolha do terceiro componente que representará o seu time no Top 12. Este primeiro dia de competição foi reservado para os times de Adam Levine e Usher.

Antes das performances começarem vimos Usher treinando o seu time. E não em um treinamento de voz comum, um treinamento físico em um ringue de boxe. O resultado de toda energia foi visto no palco com uma apresentação de todas as 4 vozes comandadas pelo rapper de “Black And Gold”, de Sam Sparro.

O time de Adam Levine, recheado de ótimas vozes femininas, foi o primeiro a ter uma candidata no palco. Amber Carrington colocou toda a emoção necessária para fazer uma incrível apresentação de “Stay”, de Rihanna.

Quem deu sequência aos playoffs foi Josiah Hawley. O ex-modelo, treinado por Usher, pegou todas as ótimas dicas de performance de seu treinador e fez uma energética apresentação de “Starlight” do Muse. Lembrando que o Muse é a banda do mês aqui no Nação da Música!

A segunda menina de Adam Levine a tomar conta do palco do The Voice foi uma das melhores e mais dinâmicas vozes desta temporada. Sarah Simmons colocou toda a emoção que o luto pela perda de um grande amigo traz em sua performance de “Angel”, de Sarah McLachlan. Com certeza uma das mais bonitas apresentações desta temporada até agora.

Cáthia segue surpreendendo a todos a cada fase que avança no programa. A cantora latina parece ter aprendido muito das técnicas ensinadas por Usher durante seus treinamentos e usou todos os ensinamentos em uma bela apresentação de “I Have Nothing”, sucesso de Whitney Houston.

Usher e Adam deram um tempo na tensão do episódio e uniram suas forças em uma brilhante performance de “Superstition”, de Steve Wonder.

Levine logo na sequência voltou a realidade do episódio. Vimos Caroline Glaser aprender todas as dicas de seu treinador para melhorar ainda mais sua apresentação de “The A Team”, de Ed Sheeran.

VEDO tem uma voz que se assemelha muito ao estilo de seu treinador, e parece que Usher está tentando trabalhar da melhor maneira com o jovem. Em uma noite de baladas, VEDO apresentou “Against All Odds (Take a Look at Me Now)” de Phil Collins.

(Performance não disponível)

Adam Levine trouxe suas meninas ao palco para uma performance conjunta, e belíssima de “Shake It Out”, de Florence And The Machine.

A última voz do time de Usher a subir no palco foi a de Michelle Chamuel. A cantora indie fez uma versão muito bonita e emocionante de “True Colors”, da Cyndi Lauper, que agradou todos os coaches.

A última menina do time de Adam Levine foi Judith Hill. Ela, que desde as primeiras fases do programa impressionou a todos com o seu talento, fez uma bonita performance de “Feeling Good”, de Anthony Newley e popularizada por versões de artistas como Muse, Nina Simone e Michael Bublé.

Nesta terça-feira os times de Shakira e Blake Shelton sobem ao palco do The Voice, o resultado dos mais votados sai na próxima quarta-feira (08). Lembrando que você pode votar no seu favorito, basta baixar a música apresentada no iTunes.