Na noite da última segunda-feira (13) começaram as performances do nosso Top 12. Nesta rodada somente o voto do público decide quais os competidores que seguirão na disputa. Nesta terça-feira (14) conheceremos quais os dois eliminados pelo voto popular. Ou seja, após esta rodada existe a chance de um treinador ficar com apenas uma voz restante em seu time. Preparados para muita emoção no The Voice?

A abertura ficou por conta de VEDO. O jovem treinado por Usher aprendeu todos os truques ensinados por seu treinador para fazer uma performance bastante movimentada de “Rock With You”, do rei do Pop Michael Jackson.

Uma das fortes vozes desta temporada, e que pode dar o terceiro título seguido para Blake Shelton, subiu ao palco do The Voice logo em sequência. Holly Tucker, que sempre seguiu o sonho de ser uma cantora country, segue mostrando que está aprendendo muito bem com o melhor treinador do estilo. Ela fez mais uma sólida apresentação com “A Broken Wing”, de Martina McBride.

Outra voz que segue surpreendendo muito no programa é a de Garrett Gardner. Garrett parece ter um carinho especial de sua treinadora, Shakira. Após ser salvo pela estrela latina na última rodada, o jovem apresentou uma excêntrica versão do hit “I Want It That Way”, dos Backstreet Boys.

Outra voz salva por seu treinador na última rodada subiu ao palco na sequência. Sarah Simmons tem muito a confiança de Adam Levine, que vê nela uma esperança de voltar a vencer o The Voice. Mantendo seu estilo, Sarah apresentou “The Story”, de Brandi Carlile, e espera seguir viva na competição.

The Swon Brothers, a dupla country treinada por Blake Shelton, também precisa reconquistar a confiança da audiência, já que não foram tão bem votados na última rodada. Os irmãos apresentaram uma versão intimista do clássico country “Who’s Gonna Fill Their Shows”, de George Jones.

Quem deu sequência ao time de Shakira foi Sasha Allen. Sasha que vem evoluindo muito desde o inicio da competição fez uma emocionante performance de “Alone”, da banda Heart, e tenta manter vivo o seu sonho de ser A voz.

Josiah Hawley também foi uma das vozes que foi salva no último minuto da última rodada. O ex-modelo resolveu ousar nesta fase do programa e fez uma versão acústica, e muito bonita de “The Man Who Can’t Be Moved”, do The Script.

O time de Blake finalizou suas apresentações country com outra forte candidata desta quarta temporada do The Voice. A jovem Danielle Bradbery vem evoluindo muito em seus treinamentos e a prova disso foi sua apresentação de “Wasted”, de Carrie Underwood.

Outra voz que vem apresentando uma grande evolução é Judith Hill, que parece estar aproveitando muito bem o seu período de treinamento com Adam Levine. Judith tenta ganhar uma vaga no Top 10 com uma bonita performance de “You’ve Got a Friend”, de James Taylor.

Michelle Chamuel foi a última voz do time de Usher a subir no palco. E com certeza aquela que vem apresentando o melhor desempenho na equipe do rapper. A cantora indie fez mais um grande show com “Call Your Girlfriend”, da Robyn.

A impressionante voz de Kris Thomas fechou a noite no time de Shakira. Kris segue escolhendo muito bem as canções para apresentar no programa, sempre com escolhas que combinam perfeitamente com seu estilo. Com uma bela apresentação de “I’ll Be There”, dos Jackson 5, Thomas tenta garantir seu lugar no Top 10.

O country não é exclusividade do time de Blake Shelton, Adam Levine também está mostrando que seu talento como treinador vai além do óbvio. Amber Carrington segue fazendo uma ótimo trabalho nesta quarta temporada de The Voice, ainda mais após sua emocionante performance de “I’m Gonna Love You Through It”, de Martina McBride.

Infelizmente o vídeo da apresentação não está disponível, mas você pode conferir a versão em estúdio, na voz de Amber, abaixo.