Seja bem vindo a segunda edição do NM Apresenta, uma coluna onde você pode conhecer a sua nova banda favorita. Nesta semana quem está em pauta é a banda Sleeping With Sirens! Os meninos de Orlando, na Flórida, vem ganhando destaque muito grande na cena metalcore norte-americana desde o seu primeiro álbum, “With Ears To See and Eyes to Hear”, lançado em março de 2010 pela gravadora Rise Records. O primeiro trabalho, que rendeu muitos elogios a exótica voz do vocalista Kellin Quinn, estreou na 7ª posição no chart “Top Heatseekers” e 36ª no “Top Independent Albuns” da revista Billboard.

O primeiro single lançado pela banda foi a música “You Kill Me (In a Good Way)”, porém a primeira canção a ganhar videoclipe foi “If I’m James Dean, Then You’re Audrey Hepburn”.  A música, cujo título faz referência a dois grandes nomes da história do cinema, é talvez o maior hit da banda. O terceiro single de “With Ears To See And Eyes to Hear” foi a canção que dá nome ao projeto. Você confere todas as canções citadas na playlist especial, colocada logo no final da publicação.

Após o enorme sucesso de seu disco de lançamento, o Sleeping With Sirens sofreu duas baixas em sua formação. Os guitarristas Nick Trombino e Brandon McMaster deixaram o grupo. Em seus lugares entraram  Jesse Lawson e Jack Fowler, que agora unem-se a Kellin Quinn, Justin Hills e Gabe Barham.

Em maio de 2011 a banda lança o seu segundo álbum. Cercado de muita expectativa “Let’s Cheers To This” chega às lojas. Inicialmente o trabalho se chamaria “Who Are You Now” (que também é nome de uma das canções presentes no registro), uma referência cristã. Porém a banda optou pela troca do nome, tendo em vista que o disco não trabalha com a temática religiosa.

O álbum foi o grande responsável por consolidar o nome do Sleeping With Sirens como referência na cena norte-americana, abarrotada de bandas com o mesmo estilo, e de dar visibilidade internacional ao grupo.  Com singles fortes como “Do It Now Remember It Later” e o refrão grudento de “If You Can’t Hang”, a banda se tornou figura certa em grandes turnês e festivais, como a famosa Warped Tour. O disco atingiu a posição 78 no Top 200 da revista Billboard.

O vocalista Kellin Quinn também se tornou referência no que faz. O cantor já fez uma série de participações especiais em músicas de outras bandas que compartilham o mesmo espaço musical do Sleeping With Sirens. Algumas das participações mais recentes são em “King For a Day”, do Pierce The Veil e “Miles Away”, do Memphis May Fire.

Em 2012 a banda lançou o EP “If You Were a Movie, This Would Be The Soundtrack”. O registro traz o Sleeping With Sirens mais tranquilo que o normal. Além de versões acústicas dos singles, como “James Dean And Audrey Hepburn” e “With Ears To See And Eyes To Hear”, o album conta com outras três canções originais.

O único single do trabalho, que atingiu a 17ª colocação no Top 200 da Billboard, foi a música “Roger Rabbit”.

O Sleeping With Sirens está se preparando para lançar o seu terceiro disco de estúdio. “Feel” só chega às lojas no dia 4 de junho, mas no último domingo (26) a gravadora Rise Records lançou o novo trabalho para stream em seu canal no Youtube. Você confere as canções clicando aqui. O álbum marca a retomada da parceria da banda com o produtor Cameron Mizell, responsável pelo primeiro disco deles.

“Feel” conta com uma série de participações especiais. O rapper Machine Gun Kelly, conhecido como MGK, participa da faixa “Alone”. O vocalista do Memphis May Fire, Matty Mullins, retribui a ajuda de Kellin no último disco de sua banda emprestando sua voz na música “Congratulations”. Além deles também participam Chris Fronzak do Atilla e Shayley Bourget do Deyshell. Como você acompanhou aqui, o primeiro single do novo álbum é a música “Low”.