Entrevistamos Why Don’t We sobre retorno com “Love Back”

WHY DON'T WE
Foto: Divulgação
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

O grupo norte-americano Why Don’t We marcou o retorno à música no comecinho de outubro com o lançamento da música “Love Back”, depois de um ano turbulento para os integrantes. O lyric video da faixa já conta com aproximadamente 2 milhões de views no Youtube.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

A Nação da Música entrevistou os integrantes Corbyn Besson e Daniel Seavey via Zoom sobre o lançamento da nova música “Love Back”, a possível turnê pelo Brasil e o primeiro show em anos.

- ANUNCIE AQUI -

Entrevista por Marina Moia
—————————————- Assista ao vídeo da entrevista com legendas

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.
—————————————- Leia a íntegra:
Parabéns pelo lançamento de “Love Back”. Só o lyric video já tem mais de um milhão de visualizações! Como foi essa semana pós-lançamento para vocês?
Daniel: Tem sido incrível!

- ANUNCIE AQUI -

Corby: Tem sido uma viagem doida! A semana passada foi cheia de momentos ótimos. São conceitos e sentimentos que a gente tinha esquecido como eram por um tempo. Temos muitos a ser gratos por tudo que aconteceu na última semana. E tem muita coisa pela frente ainda! Foi uma grande semana, mas ainda temos outras grandes semanas pela frente.

Daniel: Não sei se você sabe, mas nós lançamos “Love Back” e nos apresentamos ao vivo no dia seguinte. Foram as 48 horas mais insanas dos últimos dois anos das nossas vidas. Muito legal! Eu ainda estou em êxtase por causa dessa última semana.

- ANUNCIE AQUI -

É, eu ia perguntar sobre isso mesmo! Vocês não se apresentavam há mais de dois anos por causa da pandemia e do que estamos todos passando. Como foi pisar num palco e se apresentar ao vivo para um público presencial? Como foi para vocês?
Daniel: A energia foi sem igual. Acho que nunca tivemos uma plateia assim… Isso me deixa animado para quando formos entrar em turnê novamente! Nós tocamos num espaço pequeno para um público menor, mas parecia que estávamos numa arena! E a nossa energia também. A gente estava vibrando! Parecia um sonho. Estou empolgado para sair por aí e fazer mais shows.

Eu posso imaginar! Poderiam contar como foi o processo criativo dessa música e como foi trabalhar com o produtor JHart?
Corbyn: JHart é épico. É essa a palavra que usamos para descrevê-lo. E um salve para o resto do pessoal porque eles são incríveis. São quatro caras que se chamam de J Crew porque todos tem nomes que começam com J. Eles são incríveis. Nós temos um grande passado com o JHart. Ele também escreveu “8 Letters”, que é a nossa maior música. E essa música ganhou disco de platina, o que é incrível! É, um salve para todos esses caras.

- PUBLICIDADE -

Eles chegaram com a música bem perto de finalizá-la, na verdade. E sabíamos que a música era ótima. Fizemos alguns ajustes, mudamos um pouco os instrumentos… Reescrevemos algumas coisas, só para ficar mais próximo de tudo que estávamos vivendo na época e para ser um pouco mais específico. Ela realmente ficou muito incrível. O Jackson Foote, que é um dos principais produtores, ah, junto com o Johnny Simpson e Kinetics também, não posso deixar ninguém de fora. Jackson e Johnny foram os produtores principais e eles são a equipe dos sonhos. Eles realmente fizeram um trabalho maravilhoso nesta música. É uma grande música, de verdade.

Para vocês, como banda, o que essa música significa? Principalmente por estarem entrando numa fase totalmente nova…
Daniel: É engraçado porque quando eu escutei “Love Back” pela primeira vez, eu estava passando por alguns problemas de relacionamento. Eu a ouvi e pensei “essa música vai me fazer chorar! Eu estou realmente chorando com essa música!”. Eu e o Jonas tivemos uma conexão com essa música porque nós pudemos nos relacionar com ela. Tipo “nossa, isso realmente fala com a gente”. Dai entra aquele refrão que fala [cantando] “My love, my love, my love” e eu fiquei tipo “Oh meu Deus, essa música é incrível!”.

- ANUNCIE AQUI -

Definitivamente, eu amo essa música desde a primeira vez que a ouvi. E nós somos muito gratos por podermos trabalhar nela e colocarmos nossas próprias letras também. Isso significou muito para nós. Espero que signifique muito para nossos fãs também.

Corbyn: A letra é um pouco simbólica também. Fora dessa questão de relacionamentos e tudo o mais. Para mim, eu me relacionei com ela pensando em música no geral e em quando iríamos poder fazer shows novamente. Sabe, a letra principal fala “me dê meu amor de volta, eu só quero meu amor de volta”. Acho que as pessoas podem relacionar isso a qualquer coisa que elas amem fazer ou que amam estar juntas. É assim que eu me conecto com a música. Ela é bem simbólica para nós também.

- ANUNCIE AQUI -

Vocês comentaram que terão novidades em breve. Novos singles? Novo álbum? O que podem nos contar?
Daniel: Tentem acompanhar, é só o que eu digo!

Corbyn: É, estamos preparando muita coisa nova. Estamos esperando há nove meses para lançarmos músicas e agora que podemos, não vamos parar! É hora de trabalhar! É a hora!

- ANUNCIE AQUI -

Os fãs tem muito a esperar então né?
Corbyn: Com certeza!

Daniel: Oh yeah! Vai ser [barulho de socos]!

- ANUNCIE AQUI -

Vocês recebem muitas mensagens dos fãs brasileiros? Eles podem esperar uma turnê aqui quando for possível?
Corbyn: Sempre tem brasileiros em todas as redes, nos comentários do Youtube, eles estão em tudo! Essa é a coisa mais louca sobre os fãs brasileiros que muitos artistas sabem, sobre o “Venha ao Brasil”, que deve ser a coisa mais digitada na internet. Faz muito tempo que queremos ir para o Brasil. Acho que fomos injustos com os fãs daí por não irmos antes. Acreditem, nós tentamos!

Daniel: Mas está na hora!

- ANUNCIE AQUI -

Corbyn: Nesta próxima turnê estamos conversando sobre quando podemos ir, mas quero que seja assim que possível. O Brasil estará nessa lista, com certeza.

Por último, mas não menos importante, gostariam de mandar um recado aos fãs do Brasil?
Daniel: Sim. Eu diria para todos os fãs no Brasil beberem água, comerem vegetais que são muito bons para vocês, e ouvirem “Love Back” se ainda não ouviram. E compartilhem com os amigos! Compartilhe com a sua avó, com o cachorro do seu amigo…

- ANUNCIE AQUI -

Corbyn: Se a sua avó gostar, é um hit com certeza!

Daniel: Mandem vídeos das suas avós reagindo a “Love Back” se vocês puderem!

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Why Don't We, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Jornalista e apaixonada por música desde que se conhece por gente.