Green Day
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Em 2012, o Green Day inovou e lançou três álbuns de estúdio em sequência e a trilogia recebeu o nome de “¡Uno!”, “¡Dos! e “¡Tré!”.

Com um total de 37 faixas dispostas nos três discos, eles lançaram singles como “Oh Love”, “Kill The DJ”, “Let Yourself Go”, “Stray Heart” e “The Forgotten”. Esta última ainda chegou a fazer parte da trilha sonora do filme  “Amanhecer – Parte 2”.

Na época, em entrevista à agência EFE, Mike Dirnt falou que a trilogia não era a ideia inicial. “Não planejamos fazer três álbuns, mas decidimos escrever e compor durante mais de um ano. A qualidade das canções que fomos escrevendo era muito boa e então pensamos que um disco não era suficiente, que dois já tínhamos feito e que três era uma aventura excitante porque era algo completamente novo”, contou o baixista

Já em entrevista à Rolling Stone, Billie Joe Armstrong disse que estavam caminhando para o desconhecido e que buscavam algo entre AC/DC e o início dos Beatles.

Ouça “¡Uno!” pelo player do Spotify:


Apesar da novidade e empolgação inicial, os álbuns não foram muito bem recebidos nem pela crítica nem pelos fãs. O próprio vocalista reconheceu, em entrevista, anos mais tarde que não era o melhor trabalho deles e que na época estava envolvido com drogas. “Eu achava que estava completamente normal. E eu não estava. Eu estava usando drogas! E pessoas não agem racionalmente quando estão usando drogas”, comentou na época.

Depois disso, o trio ficou quatro anos sem lançar um álbum de estúdio e, em 2016, retornaram com “Revolution Radio”. E foi com esta turnê que vieram ao Brasil na última ocasião, relembre aqui como foi o show que fizeram em São Paulo.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Green Day, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.