Na terça-feira (26), a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI) divulgou dados sobre o mercado de música digital, afirmando que este foi um dos grandes responsáveis para o crescimento do mercado fonográfico brasileiro, que equivale a 5,13% em 2012, comparado com o ano de 2011.

O Setor Digital compensou a queda das vendas físicas, que foi de 10,04%, de acordo com a Associação Brasileira de Produtores de Discos. Edgar Berger, presidente internacional da Sony Music Entertainment comentou sobre o assunto. “No início da revolução digital, era tema comum dizer que o digital estava matando a música. Bem, a realidade é: o digital está salvando a música. Acredito firmemente que isto marca o início de uma história de crescimento global. A indústria tem todos os motivos para ser otimista sobre seu futuro”.

O aumento do mercado digital no Brasil tem acontecido, na sua maior parte, por causa da presença do iTunes no país, loja que iniciou suas atividades em dezembro de 2011.

As vendas digitais subiram cerca de 9% em 2012, comparado a 2011, e são responsáveis por 34% do rendimento total. Mas as vendas físicas ainda são responsáveis por 58% do rendimento, apesar da queda de 10,04% comparada ao ano de 2011.

Vale ressaltar que a música brasileira ganhou destaque no relatório, também por causa do número de cópias digitais que o single “Ai Se Eu Te Pego”, do cantor Michel Teló, vendeu. Foram 7,2 milhões de cópias, ficando em sexto lugar no “Top 10 Dos Singles Mais Vendidos”. Em primeiro lugar se encontra a música “Call Me Maybe”, da Carly Era Jepsen, com 12,5 milhões de cópias vendidas, seguida da faixa “Somebody That I Used To Know”, do Gotye, com 11,8 milhões de cópias, e em terceiro lugar, o single “Gangnam Style”, do rapper Psy, com 9,7 milhões de cópias vendidas.

O crescimento mundial teve o mesmo impulso que o Brasil. A Indústria Fonográfica Mundial registrou um aumento, o primeiro desde 1999, de 0,3%, graças ao crescimento do mercado digital.

- PUBLICIDADE -

 Para ver a lista completa dos singles mais vendidos, e dos álbuns mais vendidos, clique aqui.