Justin Timberlake, que se mostrou um artista ‘pé no chão’ ao comentar sobre o início de sua carreira e do que a música significa para ele, falou em entrevista a Rolling Stone americana, sobre sua decisão de lançar um novo álbum sete anos depois de “FutureSex/LoveSounds”.

Timberlake alegou que mesmo tendo o hábito de estar sempre compondo novas músicas, não é “do tipo de artista que lança de 10 a 15 álbuns” e que sua carreira de ator não era o principal motivo por estar fora dos palcos por tanto tempo, pelo contrário. Justin contou como isso o influenciou em suas composições, ajudando-o a explorar e a organizar suas idéias de outra forma, dando, também, às suas músicas o poder de serem não apenas escutadas, mas ‘vistas’.

Patrindo desta idéia vem o nome do novo álbum. Intitulado “The 20/20 Experience”, o disco será composto por apenas 10 músicas que terão uma média de 7 a 8 minutos e obedecerão uma certa cronologia, mas Justin negou que será como uma história. Também contou com a parceria de Timbaland, a quem se referiu como mais que um amigo, mas um irmão, por conta de sua compatibilidade dentro e fora dos estúdios, e Jarome ‘J-Roc’ Harmon, que também trabalhou como produtor e compositor.

O álbum será lançado no dia 15 de março pela RCA Records.