Na última quinta-feira (07), a Ariana Grande resolveu falar sobre a polêmica envolvendo ela e sua apresentação cancelada no Grammy Awards 2019.

A artista estava cotada para se apresentar na premiação que irá acontecer no dia 10 de fevereiro, por estar indicada em algumas das principais categorias com seu álbum “Sweetener”. O produtor do Grammy, Ken Ehrlich, havia dito anteriormente que Grande se recusou a se apresentar depois de várias conversas porque ela “sentiu que era tarde demais para ela fazer algo”. Ariana contou sua versão no Twitter e rebateu o produtor:

“Eu mantive minha boca fechada, mas agora você está mentindo sobre mim”, escreveu ela. “Eu posso ensaiar uma apresentação durante uma noite e você sabe disso, Ken. Foi quando minha criatividade e auto-expressão foi sufocada por você que decidi não comparecer. Espero que o programa seja exatamente o que você quer que seja e muito mais.”

- PUBLICIDADE -

Foi revelado pela NME que a cantora havia desistido depois que os produtores se recusaram a deixá-la cantar “7 Rings” durante o evento. Enquanto os produtores queriam que ela apresentasse um medley com duas faixas, começando com um pequeno trecho de “7 Rings” e a segunda canção seria escolhida por eles. Ariana Grande disse que “ofereceu três músicas diferentes”. “É sobre colaboração”, acrescentou. “É sobre se sentir apoiado. é sobre arte e honestidade. não política. não fazendo favores ou jogando jogos. é só um jogo, sim, e me desculpe, mas não é isso que música é para mim. ”

- PUBLICIDADE -

Nesta sexta-feira (08), a Ariana divulgou seu novo álbum de estúdio, intitulado “Thank U, Next”, e um videoclipe para faixa “break up with your girlfriend, i’m bored”, como publicamos anteriormente.

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Ariana Grande, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!