Charlie Browr Jr.: Champignon nos deixava há oito anos

Champignon
Foto: Reprodução / Instagram
- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

Na última quinta-feira (9), foram completados os exatos oito anos da morte do músico Champignon, lendário baixista do Charlie Brown Jr. Aos 35 anos, o grande artista cometeu suicídio em seu apartamento.

- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

Com o CBJR., Champ lançou sete álbuns de estúdio, marcando sua passagem no grupo santista – interrompida em 2005, quando anunciou sua saída, até 2011, no seu retorno – como um dos maiores músicos da história.

- PUBLICIDADE -

Foram vários prêmios individuais conquistados, incluindo um Troféu Rádio Rock de 2003, dois Prêmios Multishow de Música Brasileira (2004 e 2007) e três Prêmios Banda dos Sonhos VMB MTV (2005, 2006 e 2007).

- PUBLICIDADE -

Com a morte do líder do Charlie Brown, Chorão, em março do mesmo ano de 2013, alguns meses antes de seu falecimento, Champignon e os membros restantes da histórica banda decidiram formar um novo grupo, chamado A Banca. Foi quando o consagrado baixista assumiu os vocais, período em que foi muito criticado, por alguns fãs equivocadamente entenderem que ele estava aproveitando a perda do ex-companheiro para se promover.

- PUBLICIDADE -

Acumulando algumas polêmicas, inclusive com o próprio Chorão, ao longo de sua trajetória, Champignon está marcado na história do rock e da música brasileira para sempre. Em homenagem a um dos maiores baixistas da história, confira “O Preço”, canção do álbum “Preço Curto, Prazo Longo” (1999), ao final dessa publicação, através do player do YouTube disponível.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Champignon, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
Estudante de jornalismo, baterista e com paixões musicais do rap ao hardcore.