Foto: Andrew Lipovsky/NBC/NBCU

Em entrevista à Rolling Stone, o guitarrista Lindsey Buckingham, ex-integrante do Fleetwood Mac, diz ter aberto um processo legal contra a banda, conforme publicado nessa quinta-feira (11).

Em abril, o Fleetwood Mac demitiu o guitarrista Lindsey Buckingham. O músico alega que o empresário da banda, Irving Azoff, informou sobre sua saída, dizendo que “Stevie Nicks nunca mais quer estar em um palco com você”.

Buckingham conta que decidiu entrar com um processo contra os seus ex-companheiros de banda por motivos de “dever fiduciário, quebra de contrato verbal e interferência intencional com vantagem econômica prospectiva”, diz.

O músico completou dizendo que ficou surpreso e triste com a decisão da banda e que essa não foi a maneira certa de acabar com 43 anos junto de seus ex-companheiros.

“Em janeiro passado, Fleetwood Mac tomou a decisão de continuar a turnê sem mim. Continuo profundamente surpreso e triste, pois esta decisão encerra o belo legado de 43 anos que construímos juntos”.

“O que me incomoda nessa história toda é que passamos 43 anos na banda tentando superar nossas diferenças pelo bem da música”, continua o músico. “Esse é o nosso legado. É sobre isso que falam as nossas músicas, aliás. Essa não foi uma boa maneira de terminar isso”, completou.

- PUBLICIDADE -

A banda Fleetwood Mac respondeu ao processo e as alegações de Lindsey Buckingham em um comunicado.

“É impossível para a banda oferecer comentários sobre uma queixa legal que eles não viram”, diz a declaração. “É um procedimento legal bastante padronizado para atender a queixa às partes envolvidas, algo que nem o Sr. Buckingham nem seu consultor jurídico fizeram. O que nos leva a questionar quais são as verdadeiras motivações quando se atende primeiro a imprensa com uma queixa legal perante as partes em disputas”, escreveu.

Logo após a saída de Buckingham, o Fleetwood Mac anunciou a entrada do vocalista do Tom Petty & The Heartbreakers, Mike Campbell, e o vocalista do Crowded House, Neil Finn, na banda.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Lindsey Buckingham, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.