The Voice
Foto: Youtube.

Mais uma temporada de The Voice começa e com ela todas as novidades que fazem do reality ainda interessante depois de tanto tempo. Nesta 17ª temporada, não teremos Adam Levine na bancada de jurados pela primeira vez, já que o cantor deixou o programa de vez. O quarteto então será formado por Blake Shelton, John Legend, Kelly Clarkson e o retorno de Gwen Stefani.

O programa já começou à toda com a participação de Katie Kadan, que escolheu a canção “Baby I Love You”, de Aretha Franklin. Sua forte voz surpreendeu os jurados que imediatamente apertaram seus botões e ficaram aproveitando sua apresentação encantados. Blake, John, Gwen e Kelly se viraram, mas Shelton bloqueeou Clarkson afim de aumentar suas chances. No fim das contas, Katie optou pelo Team Legend.

O falsete de Jake HaldenVang em “Wish I Knew You”, do The Revivalists, foi tão bem executado, que de início os jurados pensaram que ele era uma mulher. Não demorou até que eles percebessem que se tratava de um homem extremamente talentoso e apertassem seus botões quase ao mesmo tempo, com exceção de Kelly, que decidiu não entrar na briga. A alma de rock n’ roll do participante optou por seguir com Gwen, que entende bem do gênero.

Não demorou até que o country invadisse o The Voice e bem, o maior representante do gênero não poderia ficar de fora. Segundos após iniciar sua apresentação com “You Are My Sunshine”, Brennan Lassiter conseguiu o feito de virar as quatro cadeiras dos jurados. Entre um tanto de argumentos e momentos tensos antes de revelar sua decisão, Brennan surpreendeu e seguiu com o Team Kelly.

É até arriscado selecionar a canção de um dos técnicos, mas tem participante que tem coragem e muita! Rose Short chegou com toda a sua confiança ao cantar “Preach”, de John Legend. Uma das coisas que aprendemos na temporada anterior é que se você quer Legend como seu mentor, não cante uma música dele. Não deu outra e somente Kelly e Gwen apertaram seus botões. Rose escolheu por integrar o Team Gwen.

Inovar é sempre bom e foi justamente nisso que Will Breman pensou ao fazer uma releitura incrível de “Say You’ll Be There”, grande hit das Spice Girls. A criatividade chamou a atenção de John e Gwen, que disputavam por igual até o participante revelar que Legend era uma de suas inspirações. O jurado então selecionou uma de suas músicas para que os dois fizessem um rápido dueto e não ficamos surpresos com sua decisão final: Will é agora um integrante do Team John.

- PUBLICIDADE -

Com um soul dançante e um tom que lembra bastante o de James Bay, é a vez de Alex Guthrie subir ao palco e mostrar se merece uma chance dos técnicos. A canção escolhida por ele é “Love and Happiness”, de Al Green, e parece ter sido o suficiente para convencer Kelly e Gwen (que a cada apresentação demonstram ter um gosto bastante similar). O jovem opta por seguir no Team Kelly.

Apenas sentada com seu piano, foi assim que Kat Hammock entregou a performance mais intimista da noite. Ao som de “Vienna”, originalmente cantada por Billy Joel, a jovem tem uma voz doce e capaz de mostrar vulnerabilidade, fazendo com que Blake e Gwen virem suas cadeiras (dava pra ter sido mais, né?). Sua escolha final não chega a ser uma surpresa já que sonoramente John Legend seria o mais adequado para ela, mas ele não apertou seu botão, então a jovem optou por Shelton.

Sabe aquelas apresentações que de fato são boas, mas você espera por um grande momento e ele não vem? Foi justamente o que aconteceu com Marina Chello ao cantar “Walk Me Home”, da Pink. Ela chega a atingir boas notas mas no fim das contas, não tem nada de único. Opiniões à parte, o que ela fez parece ter impressionado alguns dos jurados, já que Kelly e Blake viraram suas cadeiras. O cantor é quem leva a melhor e consegue levar Marina para seu time.

A última performance da noite ficou por conta de Kyndal Inskeep, que já começou agradando pela escolha da música. Com “Never Been to Spain”, do Three Dog Night, a participante chamou a atenção de Kelly, Gwen e Blake, que foi estrategicamente bloqueado por Stefani. No fim das contas, parece que a tática funcionou e Kyndal decidiu entrar para o Team Gwen.

- PUBLICIDADE -
Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem The Voice, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!