Especial: The Voice USA (12) – As audições continuam

E não é que tivemos mais um episódio do The Voice essa semana? Na última quinta-feira (02), pudemos ver mais algumas audições da 12ª temporada do nosso reality show favorito. Prontos para conhecerem mais algumas vozes e até escolher um favorito? Continue acompanhando com a gente.

O programa começou a apresentação de Ashley Levin, de 23 anos. A jovem escolheu cantar a música “Let Him Fly” de Patty Griffin, correu o risco de ser comparada com a vencedora da 10ª temporada do programa, mas se saiu muito bem. Ashley acabou virando as cadeiras de Alicia, Gwen e Blake e escolheu seguir no Team Blake.

Na sequência ouvimos uma versão de “Master Blaster” na voz do Brandon Royal, de 31 anos. A sua performance não foi muito original, mas mostrou o seu potencial, já que já esteve ativo no mundo da música com a banda Them Island Boyz. Gwen e Blake viraram suas cadeiras e ele escolheu entrar no Team Gwen. (Ainda bem porque nem imagino o que Blake iria fazer com ele).

Julien Martinez, de 21 anos, subiu ao palco para cantar a música “Pride and Joy” e deixou todo mundo surpreso. Foi um clássico momento de: “não acredito que essa voz está saindo desse corpo”. O jovem mostrou ter uma voz bem melodiosa e com as instruções certas pode dominar o palco. Adam e Blake apertaram seus botões e Julien escolheu seguir com Adam.

Quizz Swanigan, de apenas 13 anos, também foi uma surpresa para os técnicos. O adolescente que já fez turnê pelos Estados Unidos em que interpretou canções do Michael Jackson, escolheu para sua audição a música “Who’s Lovin You” do Jackson 5, canção que já fazia parte de seu repertório. Aqui pudemos fazer bastante talento, mas nada muito original – talvez por ele estar acostumado a somente imitar – mas quem sabe? Às vezes ele pode se descobrir no The Voice. Gwen, Alicia e Blake viraram suas cadeiras e ele escolheu ir para o Team Alicia.

A última apresentação ficou por conta de Casi Joy, de 26 anos. Cantando “Blue”, Casi fez uma apresentação notável, com belíssimos vocais. A candidata, claro, virou 4 cadeiras, mas a gente sabia pelo seu olhar que aquela já era uma disputa ganha para Blake. Os técnicos até tentaram, mas Team Blake foi o escolhido.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: FacebookTwitterSpotify Instagram. Confira:

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Andressa Oliveira: Metade campograndense, metade paulistana. Iniciou a sua faculdade de Jornalismo em 2012 e escreve para o Nação da Música desde então. Estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais e em descobrir artistas novos por meio dos seus covers. Odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Apaixonada por seriados, livros e filmes da Disney.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!