CATEGORIA

Resenhas de CD's

Resenhas de CD's

Resenha: “Dance Fever” – Florence and The Machine (2022)

O primeiro projeto da banda Florence + The Machine em quatro anos, “Dance Fever” foi lançado em 13 de maio desse ano, contando com 14 faixas originais. Misturando a tonalidade folclórica e quase medieval de seus primeiros projetos a com composição narrativa e sentimental presente no último álbum, “High...

Resenha: “Versions of Me” – Anitta (2022)

Alguns dias depois da explosão que foi “Envolver”, a cantora brasileira Anitta anunciou seu quinto álbum de estúdio, “Versions of Me”, no dia 31 de março. Algumas semanas depois, no último dia 12, já tínhamos o disco em mãos, como você pôde acompanhar aqui na Nação da Música, e...

Resenha: “Crash” – Charli XCX (2022)

Autodestruição, corações quebrados, introspecção e renascimento, tudo isso com uma produção pop influenciada pela música dos anos 80. Essa é, basicamente, a fórmula para o quinto álbum da britânica Charli XCX, “Crash”, sobre o qual você pode ler aqui na Nação da Música - recheado de um novo estilo...

Resenha: “Pressure Machine” – The Killers (2021)

“Pressure Machine” é o segundo disco de estúdio lançado pelo The Killers em meio a pandemia e o sétimo em sua carreira, sucedendo “Imploding The Mirage” (2020). A produção ficou a cargo de Jonathan Rado, conhecido tanto por estar na lista técnica do álbum previamente mencionado quanto pelo seu...

Resenha: “Love Sux” – Avril Lavigne (2022)

Por volta do final de 2020 e início de 2021, a indústria musical assistiu à forte retomada do gênero pop punk. Artistas como Machine Gun Kelly, YUNGBLUD e WILLOW passaram a adotar o estilo nas letras de suas músicas e na estética das roupas, com o uso e abuso...

Resenha: “LADY LESTE” – Gloria Groove (2022)

“Lady Leste”, lançado na última quinta-feira (10), como você pôde conferir aqui na Nação da Música, é um manifesto à versatilidade musical de Gloria Groove, drag queen, cantora e rapper. Explorando funk, pop, hip-hop, pagode e até reggaeton, a artista consegue mostrar tudo do que é capaz nas 13...

Resenha: “LIA, Pt. 1” – Lia Clark (2022)

A fórmula do funk é uma difícil de desvendar: será que o que mais importa são os graves da batida? As letras explícitas ao ponto que fica divertido de cantar? Ou somente a criação de algo que seja envolvente? Na verdade, essa pergunta não tem uma resposta óbvia, mas,...

Resenha: “Happier Than Ever” – Billie Eilish (2021)

Billie Eilish mostra um retrato sobre como é crescer na nossa sociedade, especialmente sendo uma celebridade, em seu segundo álbum de estúdio, intitulado “Happier Than Ever”. O compilado foi lançado no dia 30 de julho de 2021, exatamente um ano após a divulgação do primeiro single, “my future” –...

Resenha: “Motordrome” – MØ (2022)

“Forever Neverland”, álbum de estúdio da cantora dinamarquesa MØ, era desértico, quente e reflexivo, no entanto ainda assim enraizado no electro pop da artista. Porém, nesta última sexta-feira (28), MØ soltou o seu mais novo disco “Motordrome”, como você pôde acompanhar aqui na Nação da Música, que mostra um...

Resenha: “The Gods We Can Touch” – AURORA (2022)

Feérico, ritualístico, sentimental e cinematográfico, estas quatro palavras descrevem as complexidades e movimentações do quarto álbum de estúdio da norueguesa AURORA, nome artístico de Aurora Aksnes. O disco foi lançado na última sexta-feira (21), como você pôde acompanhar aqui na Nação da Música, e conta com 15 faixas, com...