Throwback: Só de Rock é feito o Rock in Rio?

Crédito: Divulgação

Sempre houve muita crítica em relação aos recentes line-ups do Rock in Rio. O festival voltou ao Brasil em 2011, acontecendo de forma fixa a cada dois anos, e mesmo com poucos nomes anunciados, a edição de 2017 já está causando polêmica. A inclusão de Fergie, Lady Gaga e Ivete Sangalo à lista de apresentações (somado a Beyoncé, Katy Perry e Claudia Leitte nas edições anteriores) vem fazendo muitas pessoas se questionarem o verdadeiro intuito do festival. Mas ao analisar os primórdios do evento fica a pergunta: Só de rock é feito o Rock in Rio?

O primeiro Rock in Rio aconteceu no Rio de Janeiro (obviamente) em 1985. O impacto do festival foi gigante, trazendo pela primeira vez grandes nomes da música ao Brasil – entre eles Queen, Iron Maiden e AC/DC. A organização enfrentou alguns problemas com o governo do Rio de Janeiro, com longos períodos de hiato entre as primeiras três edições (acontecendo em 1991 e 2001). Mas ao lado das grandes lendas da música internacional, vários nomes brasileiros dividiam a atenção do extenso público.

De fato, as pessoas que esperavam assistir os roqueiros acabavam sendo bastante hostis com os artistas nacionais – o que ainda se repete. Mas entre nomes como Titãs, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho e Sepultura, quem também marcou presença foi Elba Ramalho, Baby do Brasil, Roupa Nova, Daniela Mercury e até Sandy & Junior – SIM, os irmãos já tocaram “Dig-Dig-Joy” no Rock in Rio.

E antes que as pessoas comecem a julgar a participação de cantoras pop, vale ressaltar que o line-up do festival sempre varia de acordo com o cenário, e muita coisa mudou de 85 para cá. A edição de 2001 (última antes do hiato brasileiro) trouxe Britney Spears e ‘N Sync para o show, provando que diversidade sempre fez parte do espirito do evento. A edição de 2017 já está chegando e promete também agradar todos os gostos! Saiba mais sobre os ingressos aqui.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Rock In Rio, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram. Vamos de Sandy & Junior no RIR 2001?

COMPARTILHAR
Felipe Santana
Redator do Nação da Musica e estudante de Arquitetura e Urbanismo nos tempos livres. Ou será o contrario?

DEIXE SEU COMENTÁRIO!