Resenha: Simple Plan bombardeia público com clássicos da carreira

Após quatro anos longe do Brasil, a banda de rock Simple Plan fez seu primeiro show nesta quarta(07), no Citibank Hall, de quatro que vão acontecer no Brasil.

Com espaço lotado, não houve banda de abertura, o público foi animado por um DJ que tocou desde clássicos dos anos 2000, como músicas do Panic! At The Disco, The Killers e My Chemical Romance. Depois, a sonoridade ficou por cotna da casa, que tocou hits atuais como Anitta e sertanejo – sim, sertanejo.

Foram poucos minutos de atraso, o show estava marcado para as 21h30. Sem o baixista David Desrosiers, a banda entrou ao palco já cantando “Opinion Overload”, música que faz parte do último álbum lançado, o intitulado “Taking One For The Team”. Pierre não deixou de comentar que “David estaria ali em espírito” durante a pausa entre músicas.

Logo após veio “Jet Lag”, canção feita em parceria com a cantora Natasha Bedingfield. Entre as músicas, o vocalista não cansou de pronunciar frases e palavras em português, por exemplo, “obrigado” e “Brasil Eu Te Amo” e “pão de queijo”, sem contar que disse ser sempre um prazer voltar ao país.

O hit “Jump” fez todo mundo literalmente pular junto com a banda e “I’d Do Anything” deu sequência ao show. Mesclando músicas novas e sucessos da carreira, “Boom!” foi a quinta música tocada pelo grupo, um dos singles do último disco.

A música “Welcome To My Life” levou todo mundo de volta aos anos 2000, o hit de 2004 é um dos favoritos do público até hoje. “Addicted”, faixa do álbum “No Pads, No Helmets…Just Balls”, foi um dos pontos altos do show, que fez os fãs irem ao delírio, junto de outros clássicos do mesmo disco. Logo após, veio “Your Love Is A Lie”.

Há pouco tempo eles lançaram o clipe para o single “Perfectly Perfect”, canção que fez o público cantar junto no Citibank Hall, mesmo sendo algo recente. O vocalista então, resolveu agradar a galera cantando alguns covers, “Uptown Funk”, do Bruno Mars, e “Can’t Feel My Face” do The Weeknd transformaram a pista em balada de rock por alguns minutos.

“Can’t Keep My Hands Off You” também fez o público se agitar, até aí, o show já estava quase no meio. Logo após ela, foi a vez de canções mais recentes – como “Farewell” -, do último disco e “Summer Paradise” de 2011, entreterem o público. Na última, bolas de praia caíram sobre a galera, um divertimento que inclusive foi usado no último show feito pelo grupo no Brasil. A partir daí, foi clássico atrás de clássico.

As músicas “Crazy” e “I’m Just A Kid”, foram as últimas cantadas pela banda antes de saírem do palco por alguns minutos e claro que os fãs não deixaram de gritar durante todo o tempo mostrando que sabiam as letras.

O Simple Plan fechou o show com chave de ouro entregando as músicas “Shut Up!”, “Perfect World”, a triste “Untitled” e “Perfect”, uma das músicas mais conhecidas da banda e que nunca deixará de ser um “must have” no repertório.

 

Confira a setlist completa em formato de playlist clicando aqui, e a nossa entrevista que fizemos com a banda antes deles subirem pro palco aqui.

Deixe seu comentário, marque aquele seu amigo que também curte Simple Plan, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR
Juliane Romanini
Passo a maior parte do tempo escrevendo, procurando por bandas novas, lendo de tudo um pouco, destruindo umas paranoias da minha cabeça e assistindo tudo que vejo pela frente na Netflix. E por favor, make emo great again.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!