Throwback: Dave Grohl assume a bateria do Queens Of The Stone Age

A notícia de que o Foo Fighters finalmente irá voltar aos estúdios aumentou (e muito) a expectativa para 2017. Beirando o impressionante número de nove álbuns de estúdio, os americanos estão mais que consolidados no mundo da música, mas o Foo Fighters já passou por períodos bastante obscuros antes. Foi durante uma dessas fases que Dave Grohl se jogou de cabeça em uma parceria com o Queens Of The Stone Age, o que resultou no álbum “Songs For The Deaf” em 2002.

O processo de produção de “One By One” foi motivo de muito estresse para o grupo, seguido por um hiato antes mesmo de sua finalização. Os membros não se sentiam confiantes com o resultado e, ao mesmo tempo, Grohl aceitou o convite para participar das sessões de gravação do QOTSA. A tensão começou a tomar conta e a decisão foi unanime: vamos dar uma pausa no Foo Fighters. Por muito tempo acreditava-se que essa pausa poderia levar ao fim da banda – cogitado, inclusive, pelos membros.

Sem o Foo Fighters para se preocupar, Grohl assumiu a bateria do Queens Of The Stone Age em tempo integral, acompanhando os caras na turnê de divulgação do disco. O músico se mostrou bastante feliz por estar no controle das baquetas ao invés de liderar toda uma banda – o que ele considerava cansativo. O convite foi feito diretamente pelo amigo Josh Homme, que mantinha a tradição de ter convidados nos discos do supergurpo. Como o baterista nunca escondeu sua admiração pelos californianos, aceitou de cara a proposta.

A parceria fez muito bem para ambas as partes, aumentando o entusiasmo de Dave em um nível absurdo. A presença do músico não só no álbum mas também em todos os shows deu um gás enorme na divulgação do QOTS, chamando a atenção de muita gente – e particularmente, este é o meu álbum favorito do grupo.

A história teve um final feliz: Ghrol mantinha o compromisso agendado com as duas bandas no Coachella de 2002 (QOTA no sábado e FF no domingo), e por ter curtido tanto a apresentação do Foo Fighters, juntos decidiram voltar ao estúdio e terminar a produção de “One By One”. O resultado? O sucessos dos singles “All My Life” e “Times Like These” resume bem.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Foo Fighters, Queens Of The Stone Age e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter,  Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR
Felipe Santana
Redator do Nação da Musica e estudante de Arquitetura e Urbanismo nos tempos livres. Ou será o contrario?

DEIXE SEU COMENTÁRIO!