Criolo
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Na sexta-feira (15), o Criolo realizou um show no Espaço das Américas, em São Paulo, como parte da sua nova turnê intitulada “Boca de Lobo”.

A apresentação estava prevista para começar às 23h, mas teve um atraso de, aproximadamente, uma hora e contou com bom público, que não chegou a lotar o espaço, mas teve boa presença.

E começando com a faixa que deu o nome à turnê, o rapper já mostrou que a noite seria forte. A canção repercutiu bastante no ano passado quando seu clipe foi lançado cheio de referências políticas, mostrando diversos casos do cenário brasileiro.

E seu show não poderia ser diferente, como ele mesmo lembrou diversas vezes na noite, todo ato que fazemos é algo político. Cada discurso, o artista trazia uma pauta diferente, falando sobre valorização dos professores, a favor do desarmamento e contra tragédias ambientais.

O assunto mais lembrado por eles foi do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, que completou um ano no dia anterior. Durante “Vai Ser Assim”, inclusive, levantaram uma faixa com o nome dos dois no palco.

A escolha das músicas foi bem neste caminho, trazendo batidas e temas mais fortes, como a sequência de “Sucrilhos”, “Lion Man” e “Grajauex”. Misturando canções de toda sua carreira, só o álbum “Espiral de Ilusão” que quase não foi lembrado, a única faixa que entrou foi “Meninos Mimados”, que também é bem crítica e ainda contou com gritos da plateia contra o presidente Jair Bolsonaro.

- PUBLICIDADE -

Uma marca interessante da noite foi o rearranjo de diversas faixas, que em alguns momentos chegou a mesclar com eletrônico. Um bom exemplo disso foi com a recém lançada “Etérea” que não poderia ficar de fora. Como sua batida é um pouco mais leve do que o restante do setlist, ele mudou um pouco o estilo de “Vai Ser Assim” e “Casa de Papelão” que foram apresentadas antes para se adaptarem à canção. O rapper também fez questão de citar todos os coletivos que fizeram parte do clipe que foi lançado neste ano.

Criolo
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

O jogo de luzes também foi muito bem trabalhado, criando um efeito visual muito interessante e combinando sempre com a troca de música e com as batidas.

Outro ponto alto e que merece muito destaque é a energia do Criolo. Com muita interação com o público e coreografia, ele mostrou ótima presença de palco. E ao final, quando foi agradecer, ele gritava muito e era visível sua dedicação e paixão ali em cima. Nesta hora, ainda deu tempo de cantar um trecho de “Ainda Há Tempo”, sem batida, apenas com o coro da plateia ao fundo.

E o show ainda trouxe uma colaboração social importantíssima. Quem levasse 1kg de alimento, tinha desconto no ingresso. De acordo com o próprio rapper, foram arrecadadas 2 toneladas que serão doadas. Um feito grande e excelente demonstração de solidariedade.

- PUBLICIDADE -

Confira as fotos tiradas com exclusividade para a Nação da Música, através das lentes de Rafael Strabelli:

CrioloFoto: @RafaelStrabelli / Nação da Música.> TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Posted by Nação da Música on Monday, March 18, 2019

Setlist

- PUBLICIDADE -

01 – “Boca de Lobo”
02 – “Mariô”/”Fio de Prumo”
03 – “Duas de Cinco”
04 – “Subirusdoistiozin”
05 – “Bogotá”
06 – “Samba Sambei”/”Pé de Breque”
07 – “Sucrilhos”
08 – “Lion Man”
09 – “Grajauex”
10 – “Vai Ser Assim”
11 – “Casa de Papelão”
12 – “Etérea”
13 – “Cartão de Visita”
14 – “Meninos Mimados”
15 – “Não Existe Amor em SP”
16 – “Convoque Seu Buda”
17 – “Ainda Há Tempo”

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Criolo, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!