Especial: The Voice USA (18) – Confira como foi a premiere

- PUBLICIDADE -
The Voice
Foto: Youtube.
blank

Mais uma temporada de The Voice começa e com ela todas as novidades que fazem do reality ainda interessante depois de tanto tempo.

Nesta 18ª temporada, Nick Jonas será o mais novo jurado que completará o quarteto formado por Blake Shelton, John Legend e Kelly Clarkson.

O programa já começou à toda com a participação de Todd Tilghman, que escolheu a canção “We’ve Got Tonight”. Com oito filhos, ele é pastor de uma igreja e seus vocais são bem característicos. Os quatro jurados viraram suas cadeiras, e numa disputa acirrada Blake Shelton foi quem levou a melhor.

O próximo candidato a subir ao palco foi Nelson Cade, que apresentou “Pride and Joy”, com muito ritmo e blues. As quatro cadeiras foram viradas, mas John se previniu ao bloquear Nick Jonas e impedir que o técnico lutasse por Nelson. No fim das contas, Legend conseguiu ganhar o competidor para seu time.

Tate Brusa, de apenas 16 anos, decidiu performar a nada fácil “Perfect”, e obteve duas cadeiras: a de Nick e a de Blake. Jonas percebe a dificuldade que o jovem teve em alguns momentos, por conta da mudança de voz em sua idade, e decidiu subir ao palco para ajudá-lo. Com isso, ficou obvio que Tate escolheu seguir para o Team Nick.

Os agudos de Tayler Green, ao som de “Issues”, chamaram a atenção tanto de Nick quanto de Kelly. Sua apresentação ficou bem bacana, uma vez que soube escolher os momentos certos da canção para mostrar seu arranjo. Sem muito mistério, Tayler opta pelo Team Kelly.

Darious Lyles tem uma história de vida bastante triste, mas espera superar tudo utilizando seu dom. A canção escolhida para este momento foi “How Do You Sleep”, que foi o suficiente para impressionar Kelly e John. Sua escolha não era nada previsível, mas Darious segue com o Team Legend.

Megan Danielle, de apenas 17 anos, apresentou “Remedy” e conquistou Kelly Clarkson, jurada que ela queria desde o início. Será interessante para ela, já que Clarkson tem um bom histórico com jovens cantoras.

Todd Michael chega com toda a sua confiança ao som de “Juke Box Hero” e parece ter saído diretamente de uma banda dos anos 80. John e Blake se enfrentam nessa, mas fica claro que desde o início é Shelton quem leva a vantagem, e o resultado mostra o mesmo.

A noite é encerrada com Joanna Serenko, que canta a belíssima “All My Loving”. É claro que o episódio acabaria com quatro cadeiras sendo viradas, não é? A excelente apresentação de Joanna certamente mereceu, e Nick lutou tanto por ela que conseguiu levá-la para seu time.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam The Voice, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, YouTube, Facebook, Instagram e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - clique aqui e cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -