Grammy 2022: CEO do evento responde polêmica sobre Marilyn Manson

Grammy Awards
Reprodução / Site Oficial
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

A lista completa de indicados ao Grammy foi anunciada nesta terça-feira (23), e dois nomes presentes nela causaram incômodo no público, sendo um deles o de Marilyn Manson. O comediante Louis CK também recebeu uma nomeação.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Manson foi acusado de abuso sexual, psicológico e tortura por diversas mulheres, incluindo as atrizes Evan Rachel Wood e Esmé Bianco. As denúncias, no entanto, não impediram que ele fosse indicado na categoria “Álbum do Ano” pelo seu trabalho em “DONDA”.

- ANUNCIE AQUI -

Ao ser questionado pelo The Wrap sobre toda a controvérsia, Harvey Mason Jr., CEO da premiação, disse: “Nós não olhamos o passado das pessoas, não olhamos o histórico criminal, não vamos olhar para nada além da legalidade de nossas regras.“.

- ANUNCIE AQUI -

Mason frisou que não irá restringir a participação de ninguém, e que as únicas coisas que estão sob o seu controle são os palcos, os shows, os eventos, os tapetes vermelhos. Que qualquer um que pedir para fazer parte disso, será considerado.

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Grammy, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -