Jão lança single “CORINGA” e fala sobre nova fase da carreira em coletiva

Jão
Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -
Bruno Martini

Pondo um fim à agonia dos fãs, Jão realizou seu tão aguardado comeback nessa quarta-feira (24) com o lançamento de sua nova música “CORINGA”. A faixa pop difere bastante dos trabalhos anteriores do cantor e é contagiante, demonstrando também certo amadurecimento musical.

- PUBLICIDADE -
Bruno Martini

“CORINGA” é uma composição de Jão e fruto de uma parceria com os produtores Zebu (Anitta, Pabllo Vittar, Luísa Sonza) e Paul Ralphes (Skank, Jota Quest, Sandy & Junior), que também atuou nas faixas “VSF” e “Enquanto Me Beija” do álbum ANTI-HERÓI. O próprio Jão também assinou a produção musical do novo single, que, segundo ele, tinha uma pegada mais “latina” em seus estágios iniciais.

- PUBLICIDADE -

A convite da Universal Music Brasil, a Nação da Música teve a honra de participar dessa que foi a primeira coletiva de imprensa de Jão. Com muita simpatia, o cantor garantiu que está se sentindo feliz e confortável com o novo trabalho. “Em todos os meus lançamentos eu me sinto muito nervoso, mas hoje eu acordei me sentindo uma princesa da Disney”, brincou.

- PUBLICIDADE -

Segundo Jão, “CORINGA” é uma música que fala sobre um “amor desapegado, um amor livre, tranquilo, bandido”. O título é uma referência à carta do baralho e não ao filme “Coringa” (2019), como alguns podem pensar. O videoclipe, que será lançado nessa quinta-feira (25) às 11h, foi gravado no Rio de Janeiro e retrata bem o conceito do single.

- PUBLICIDADE -

Através dos teasers lançados por Jão em suas redes sociais, alguns fãs especularam que o clipe de “CORINGA” tem ligação direta com o clipe da faixa “Imaturo”, de 2018, uma vez que parece retomar a história dos três personagens principais, agora mais maduros. Jão confirmou a teoria falando que sempre gostou do trabalho de artistas que expandem suas criações musicais para uma narrativa visual. “Eu acho incrível como os artistas criam universos e narrativas, e é muito legal ver como esses personagens eram em 2018 e como eles se comportam agora, então é uma vontade de expandir esse universo pra mais clipes, pra mais músicas, pro disco inteiro”, afirmou.

Por falar em disco, Jão confirmou que “CORINGA” deve fazer parte de seu terceiro álbum de estúdio, mas que não tem uma previsão de quando este será lançado. Segundo o cantor, o disco está em processo de composição, mas ainda é um “feto”, algo que está tomando forma aos poucos. “Eu não sei como o disco vai finalizar, mas o que tá acontecendo agora é um sentimento de liberdade. Eu tô me sentindo bem comigo, o que não acontece há um tempo, e eu gosto de celebrar isso”, relatou. Ele completou afirmando que está se sentindo “confiante, confortável, liberto” e que isso deve refletir em suas composições e no tom do próximo projeto.

- PUBLICIDADE -

Enquanto o disco não é finalizado, Jão disse que pretende deixar que as músicas dessa era “brilhem por si só” e que quer que elas tenham “um universo próprio”. “Eu acho que vai ter música pra dançar, pra beijar na boca, pra chorar…”, completou. Ao ser questionado sobre a forma de divulgação, uma vez que ainda está impedido de realizar uma turnê por conta do COVID-19, Jão afirmou que o projeto não será menor “de forma nenhuma”. “A gente vai ser criativo e eu acho que a parte visual vai ser muito importante pra isso de explorar todas as músicas com o maior vigor possível”, assegurou.

Em tempos de isolamento social, a ausência dos shows presenciais fez surgir um outro sentimento: a saudade dos fãs. Jão, que se considera alguém carinhoso, mas que “respeita o próprio espaço”, revelou que sente “muita falta” da troca que costuma realizar com sua fã-base. “Eu não imaginava que quando eu fosse cantar e tivesse fãs e pessoas que me acompanham, que eu fosse gostar tanto disso. De carinho, de proximidade, de conversar e ouvir as histórias deles”, admitiu. Ele afirmou que o apoio que vem recebendo nas redes sociais é muito importante porque “minha carreira é minha vida, mas é movida por eles”.

- PUBLICIDADE -

O cantor também mencionou que já viu várias teorias de fãs sobre o que eles chamam de “Jãoverso” e afirmou que uma delas se aproxima bastante da realidade, mas não especificou qual.

Ao ser questionado sobre possíveis feats. que gostaria de fazer, Jão afirmou, sem citar nomes, que gostaria de trabalhar com muitas pessoas, mas que está em contato com dois nomes específicos. “Eu quero pensar em feats com carinho”, disse. “Eu acho que é um projeto que precisa das duas pessoas muito investidas e que soe como as duas pessoas, então eu trato isso com cuidado”, completou.

- PUBLICIDADE -

Preferindo focar mais no lançamento de “CORINGA”, Jão não deu muitos detalhes sobre projetos futuros, mas afirmou que está “trabalhando muito”. Quando perguntado sobre como definiria a nova fase de sua carreira, o cantor respondeu com segurança, “Liberdade é a palavra que eu mais gosto. Navegar em mares turbulentos”. Confira “CORINGA” ao final dessa publicação através do player do YouTube ou pelo serviço de sua preferência clicando aqui.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Jão, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
Gabriela Marqueti
Jornalista, entusiasta de cultura pop e ex-fã de One Direction.