Iggy AzaleaNa última sexta-feira (19), a Iggy Azalea lançou seu segundo álbum de estúdio chamado “In My Defense” nas plataformas de streaming.

O disco vem após cinco anos do lançamento do “The New Classic”. Então, até por este longo período, ele era muito aguardado pelos fãs.

O álbum inicia com “Thanks I Get” e foi uma ótima escolha para sua abertura. Seu refrão é extremamente cativante, tem batida e instrumental muito bons, é a força inicial necessária para abrir uma ótima produção.

“Clap Back” já possui uma batida um pouco mais lenta e densa do que a anterior, mas com toques agudos ao fundo que prende bastante quem ouve. Na letra, ela traz versos que falam um pouco de sua história e críticas que recebe.

A terceira faixa é a já conhecida “Sally Walker”, que havia sido liberada para o público em março deste ano. Ela já inicia com o refrão, que realmente fica muito na cabeça, então tem um apelo comercial grande, o que faz ser muito boa a escolha como single.

“Hoemita”, que aparece na sequência, conta com a parceria de Lil Yatchy. Ela é uma faixa boa, mas não anima tanto, não traz nada de muito novo e se perde em meio a tantas músicas melhores que estão dentro deste disco. Ela é um pouco parada e seu ritmo repetitivo, parece que quando esperamos que ela dê uma virada na batida, continua na mesma e isso enfraquece um pouco a canção.

- PUBLICIDADE -

Sobre “Started” nem tem muito o que dizer, facilmente uma das melhores já lançadas pela rapper. Bem conhecida pelo público, ela já é uma das mais ouvidas da artista nas plataformas de streaming e teve seu clipe divulgado em maio. Seus versos, seu refrão e sua batida são bem contagiantes, é impossível ouvir e não se pegar cantando. Na letra, ela fala sobre como cresceu, começando de baixo e sendo rica agora.

“Spend It” é outra que tem um ritmo bem repetitivo, sem grandes variações entre versos, e com um refrão bem forte. Novamente, Iggy Azalea apela para a ostentação, dizendo tudo que faz é gastar e que tendo dinheiro não importa a fama.

Em mais uma parceria, “Fuck It Up” tem a colaboração de Kash Doll. Esta é outra faixa que pode passar meio despercebida dentro do disco, mas ainda assim ela tem uma força grande em seu refrão. Ela tem um foco grande em sexualidade, com a maioria dos versos falando sobre o assunto.

“Big Bag” vem na sequência e conta com a parceria de Stini. Ela tem uma batida mais densa e um piano nela que contribui bastante na canção. Não é um dos destaques no álbum, mas é uma boa faixa.

- PUBLICIDADE -

Também com um piano inicia a “Comme Des Garcons”. Esta é uma música bem mais lenta, inclusive em seus versos. Por essa mudança, vale o destaque para a canção, pois o estilo se diferencia do restante do disco.

“Freak Of The Week” é a última colaboração desta produção e vem com a parceria de Juicy J e é a melhor entre as que possuem participação. Ela possui um ritmo mais envolvente e seu refrão, bem repetitivo, é muito cativante também. Novamente, o apelo aqui é por versos de sexualidade, tanto dela quanto do rapper.

Continuando no tema vem “Just Wanna” e ela segue um pouco o padrão, tanto pelo ritmo quanto pela letra. Mas, apesar de não ter um grande diferencial, ela é boa.

“Pussy Pop”, que encerra o álbum, é uma faixa bem curta e talvez não tenha sido a melhor opção para o término, já que fica o sentimento de querer mais depois de uma canção rápida como essa e chega a decepcionar um pouco.

“In My Defense” é um bom disco e possui boas músicas, principalmente a parte dos singles. Mas, pela expectativa que se criou nesses cinco anos, ele poderia ter sido melhor. Quando olhamos de maneira geral, vemos muitas faixas com refrão que apenas repete frases, deixando a desejar um pouco nesse quesito. No entanto, a atitude e força da rapper estão ainda mais presentes aqui e isso é um ponto extremamente positivo e que merece destaque.

- PUBLICIDADE -
Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Iggy Azalea, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!