Especial: The Voice USA (12) – As audições estão a todo vapor

Quarta-feira chegou e com ela mais uma coluna do nosso reality show favorito. Na última terça-feira (07) pudemos conferir mais algumas apresentações do The Voice – entre elas duas bem emocionantes – sendo que cada vez mais estamos chegando ao final das audições. Vocês já têm algum cantor favorito? Como está a torcida de vocês? Bom, vamos ver se mais algum entra para a lista com as apresentações de hoje. Confira tudo o que rolou.

A noite começou com Johnny Gates, de 31 anos. O candidato, que já abriu o show d Rod Stewart durante uma turnê com a sua banda Runaway Saints, subiu ao palco para cantar a música “Maggie May”. Johnny fez uma boa apresentação, tem muito talento, talvez precise melhorar sua presença de palco, mas acho que tem futuro. Alicia, Gwen e Blake viraram as suas cadeiras e ele escolheu seguir no Team Gwen.

Malik Davage, de 23 anos, veio na sequência cantando “Sure Thing”. O jovem que teve um passado difícil e já é pai nos deu uma apresentação cheia de emoção e vulnerabilidade. A princípio ele pareceu mais travado, porém depois que Adam virou sua cadeira (o único técnico a virar), Malik se soltou mais e fez uma bela apresentação.

Lauryn Judd, de 16 anos, fez uma boa versão de “Girls Just Want to Have Fun” nessa noite. A jovem ainda não parece saber bem em que caminho quer seguir, mas tem bastante potencial e no time certo pode conseguir o aconselhamento que precisa. Blake, Gwen e Alicia viraram suas cadeiras e ela escolheu seguir com Alicia.

Na sequência conhecemos Caroline Sky, de 16 anos. A jovem que já tem experiência no mundo da música fez uma apresentação maravilhosa de “Will You Still Love Me Tomorrow?” e mostrou uma linda voz e ótimo controle vocal para alguém tão jovem. Gwen e Blake viraram suas cadeiras, mas Caroline escolheu ir para o Team Gwen.

Por último conhecemos Josh Hoyer, de 40 anos, que vê o The Voice como sua última chance no mundo da música. Cantando “Oh Girl” ele explicou que se conecta com a música e fez uma apresentação com muita emoção e sinceridade. Gwen e Blake foram os únicos técnicos a apartarem seus botões e Josh seguiu para o Team Blake.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: FacebookTwitterSpotify Instagram.

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Metade campograndense, metade paulistana, jornalista e apaixonada por música. Escreve para o Nação da Música desde 2012, estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais, odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Seriados, livros e comida também não podem faltar em sua vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!