Especial: The Voice USA – Começam as eliminatórias

Chegamos a mais uma semana nessa terceira temporada de The Voice. Após as batalhas, é chegada a vez das eliminatórias, que irão selecionar as 5 vozes de cada time a passarem para a próxima fase. Durante os knockouts, cada candidato apresenta uma canção de sua escolha, e disputam com outro companheiro de equipe a preferência de seu treinador. Os times de Adam Levine e Cee Lo Green foram os destaques nesta primeira parte de knockouts, vamos conferir tudo que rolou!

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

O fato de que, nesta fase cada candidato escolhe sua própria canção, foi determinante em alguns enfrentamentos. O exemplo disso foi apresentando logo na primeira disputa dentro do time Levine. A escolha de Kayla Nevarez por “Shark In The Water”, da V V Brown, não favoreceu o bastante a sua voz. Enquanto sua desafiante, Joselyn Rivera, surpreendeu com “Love On Top”, da Beyoncé, e garantiu sua vaga na próxima fase.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

A escolha da música seguiu sendo determinante na batalha seguinte, onde Joe Kirkland resolveu apresentar “Mean”, da Taylor Swift. Joe precisava dar um toque pessoal à canção, o que não aconteceu. Mas a apresentação não foi ruim.  O problema é que, do outro lado, estava Bryan Keith com sua voz afiadíssima cantando o hit “(Everything  I Do) I Do It For You”, do Bryan Adams. A escolha de Adam por Bryan foi óbvia.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Seguindo com o time de Adam, temos um dos melhores confrontos da noite: as poderosas vozes de Amanda Brown e Michelle Brooks-Thompson. A batalha foi ótima, Amanda venceu com “Paris (Ooh La La)”, do Grace Potter and the Nocturnals, enquanto Michelle fez uma performance arrepiante de “Spotlight”, da Jennifer Hudson. O ponto assinalável fica na escolha de Adam pelas vozes na disputa. O time ficaria enfraquecido com a saída de qualquer uma delas.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

A escolha surpreendente de Adam ficou por conta da vitória de Loren Allred, com sua apresentação de “You Know I’m No Good” da Amy Winehouse, sobre Nicole Nelson que apresentou “If I Ain’t Got You” da Alicia Keys. Ao longo do programa Nicole sempre apresentou uma voz maravilhosa, enquanto a cantora de casamentos Loren parecia fazer o suficiente para somente passar de fase. A apresentação dela foi tão surpreendente quanto a decisão de Adam.

- PUBLICIDADE -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

No último enfrentamento do seu time, Adam colocou a fofa Melanie Martinez frente a frente com a voz indie de Sam James. Mesmo com todo o nervosismo, Melanie apresentou uma ótima versão de “Bulletproof, do La Roux e venceu Sam, que fez o possível na sua apresentação de “Walking In Memphis”, maior hit do cantor americano Marc Cohn.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

As surpresas seguiram quando chegou a vez do time de Cee Lo Green subir no palco. Logo na primeira disputa vemos a surpreendente eliminação de Avery Wilson, que desde as blind auditions mostrou uma grande voz, para Cody Belew. O grande problema de Avery foi, novamente, a escolha da música. Parece que ele se preocupou mais em fazer uma performance completa, com dança e dominando o palco, do que propriamente em cantar bem o hit de Chris Brown, “Yeah 3x”. Cody, que não tem nada com isso, fez uma apresentação segura, e surpreendente, de “Jolene”, da Dolly Parton.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Uma peculiar disputa deu seqüência ao time Cee Lo. De um lado, MacKenzie Bourg apresentando “Call Me Maybe”, sim essa mesmo da Carly Rae Jepsen. Do outro, Daniel Rosa cantando “Back To The December” da Taylor Swift. Vitória para aquele que conseguiu apresentar com mais versatilidade a sua versão para um hit pop. Vitória de MacKenzie Bourg.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

A melhor disputa da noite estava chegando, e ela colocou frente a frente às poderosas vozes da experiente Terisa Griffin e do jovem Trevin Hunte. Numa emocionante disputa, Terisa apresentou “Saving All My Love for You”, da Whitney Houston enquanto Hunte usou todo o poder de sua voz em “Against All Odds (Take a Look at Me Now)” do Phil Collins. Vitória de Trevin, uma das vozes com maior potencial pra vencer esse programa.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Dando seqüência ao time Cee Lo, Mycle Wastman, apresentando “Don’t Let the Sun Go Down on Me” do Elton John, enfrentou Nicholas David com “Put Your Records On” da Corinne Bailey Era. Melhor para a poderosa voz soul de Nicholas, que segue surpreendendo a cada episódio novo desta terceira temporada. O homem que parece Jesus segue no programa!

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Fechando a noite, Caitlin Michele contra Diego Val. A escolha de Caitlin por “Bring Me To Life”, do Evanescence, parece ter tirado um pouco a cantora da sua zona de conforto mas não afetou sua voz, dá pra dizer que ela cantou quase igual a Amy Lee! Mas parece que não foi o suficiente para vencer a peculiaridade da voz de Diego Val, que fez uma ótima apresentação de “Are You Gonna Go My Way”, do Lenny Kravitz.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Vicente Pardo: Editor do Nação da Música desde 2012, formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas em 2014. A música sempre foi sua paixão e não consegue viver sem ela. É viciado em procurar artistas novos e não consegue se manter ouvindo a mesma coisa por muito tempo. Também é um apaixonado por séries de TV e cultura pop.