Good Omens
No dia 31 de maio deste ano, a Amazon Prime liberou todos os episódios de sua série original “Good Omens”, com 6 episódios dirigidos por Douglas Mackinnon e escritos por Neil Gaiman, este último sendo dono, ao lado de Terry Pratchett, do romance “Good Omen – Belas Maldições”, lançado em 1990 e que serviu como modelo para que o programa fosse criado.

O elenco apresenta diversos nomes de peso, entre eles Michael Sheen (“Frost/Nixon” e “Alice no País das Maravilhas”), David Tennant (“Dr. Who” e “Jessica Jones”), Jon Hamm (“Mad Men” e “Baby Driver”), Benedict Cumberbatch (“Dr. Estranho” e “Sherlock”), Adria Arjona (“True Detective” e “Person of Interest”), Anna Maxwell Martin (“Motherland” e “South Riding”), Frances Louise McDormand (“Três Anuncios Para um Crime” e “Fargo”), entre outros.

O enredo se passa em 2018 e acompanha o anjo Aziraphale (Michael Sheen) e o demônio Crowley (David Tennant) vivendo na terra e buscando impedir que o juízo final aconteça, isto é, o fim do mundo e dos tempos. Para isso, buscam encontrar quem seria definido como o anticristo e, assim, destruí-lo, evitando que esta profecia se realize.

Para manter o clima descontraído, misturando comédia com questões dramáticas, a trilha sonora se mostra essencial. Sendo assim, confira 4 faixas presentes nos capítulos:

“Somebody To Love” – Queen 

Lançada em 1976 para compor o álbum “A Day at the Races”, é considerada um dos maiores sucessos da banda britânica.

- PUBLICIDADE -

Contém similaridades com o hit “Bohemian Rhapsody”, muito por conta dos vocais múltiplos que simulam um coral, elaborados por Freddie Mercury, Roger Taylor e Brian Mai. O piano, instrumento mais evidente da faixa, é controlado magistralmente pelo vocalista do Queen, que dá um show com sua voz resplandecente, executando puxadas fortes e mudanças de tom exuberantes.

A letra aborda, como mostra o título, o amor e necessidade de sua existência na vida de uma pessoa. Esta, ainda, contém inspirações do gospel, abordando questões que envolvem Deus.

A música recebeu um videoclipe oficial que mistura partes em um estúdio e outras em apresentações ao vivo.

Ela aparece no quinto episódio da série.

- PUBLICIDADE -


“Hound Dog” – Elvis Presley 

Foi escrita por Jerry Leiber e Mike Stoller e gravada originalmente em 1952 por Big Mama Thornton. Porém, em 1956, o Rei do Rock elaborou sua versão da canção.

Alterando do blues para seu tradicional rockabilly, Elvis construiu uma produção mais acelerada e revolucionária para o gênero, com sua voz forte e rouca, guitarra marcante, bateria muito presente e o contra-baixo (no estilo double bass) que dá o peso ideal para a faixa.

Devido ao seu grande sucesso, a canção rendeu muita popularidade, tendo a Rolling Stone a considerado como a 19ª melhor faixa da história em sua lista “500 Melhores Músicas de Todos os Tempos”.

- PUBLICIDADE -

Ela está presente no terceiro episódio da série.


“A Nightingale Sang In Berkeley Square” – Tori Amos 

Foi escrita por Eric Maschwitz e gravada originalmente em 1939 por Manning Sherwin, sendo uma das canções mais românticas de todos os tempos.

Toni Amos, cantora estadunidense, regravou a faixa exclusivamente para a série, mantendo seu teor calmo em uma balada que realça sua voz melódica e conta com instrumentais como piano, guitarra, contra-baixo e violinos.

A música tem uma notoriedade evidente, recebendo covers de Vera Lynn, Frank Sinatra, Nat King Cole, entre outros.

Está presente no último episódio da série.


“Another One Bites the Dust” – Queen

Escrita pelo baixista John Deacon, foi lançada em 1980, está presente no oitavo álbum da banda, chamado “The Game”.

É uma das canções mais memoráveis da banda britânica. sua introdução com o contra-baixo fica viva até hoje, sendo reconhecida pela maioria quando esta começa a tocar. Esta parte, inclusive, foi baseada em “Good Times”, do grupo Chic. Logo após, a guitarra de Brian Mai começa a surgir, dando entrada, com efeitos sampleados, a voz de Freddie e a bateria de Taylor, em um ritmo calmo. Porém, após o primeiro refrão, a faixa ganha um ritmo mais forte, com nuances de tom.

A música recebeu um videoclipe oficial que mostra uma apresentação ao vivo dos ingleses, com a forte presença de palco de seu vocalista.

Está presente no quinto episódio da série.


Ainda não viu nada sobre a série original da Amazon e quer conhecer um pouco mais? Veja o trailer legendado logo no final da notícia!

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Good Omens, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!