B-side: Relembre alguns supergrupos formados por grandes estrelas da música

Todos nós sabemos que muitos artistas não conseguem manter o seu talento restrito a somente um projeto musical, e exploram as suas capacidades em outros rumos. Seja dentro de seu estilo ou até mesmo fazendo algo diferente do habitual. Muitos destes artistas decidem convidar outros amigos músicos para seguir este caminho, e assim são formados os supergrupos. Hoje, na coluna B-side, vamos relembrar algumas bandas cujos integrantes tem um background musical de peso.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

O que dizer de uma banda cuja a formação já contou com nomes como Slash, Izzy Stradlin, Duff McKagan e Matt Sorum, todos ex-integrantes do Guns N’ Roses? Assim nasceu o Velvet Revolver. Quando Izzy deixou o grupo, outro grande nome da música foi convidado, Dave Kushner, da banda Wasted Youth.

- ANUNCIE AQUI -

Para completar este time não poderíamos ter um vocalista com um passado menos histórico. Falamos de Scott Weiland, a voz que marcou uma geração liderando o Stone Temple Pilots. Atualmente o Velvet Revolver está em hiato desde 2008. Neste meio tempo o grupo até escreveu algumas canções, fez audições para contratar um novo vocalista. Até mesmo um show beneficente, com Weiland nos vocais, aconteceu em 2012. Porém, até agora, não existe nenhuma esperança de retorno do grupo.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Durante o período de hiato do Fall Out Boy, o baterista Andy Hurley e o guitarrista Joe Trohman começaram um novo projeto, o The Damned Things. Bem mais pesado que o grupo de pop-punk, e com influências de heavy metal e southern rock, o grupo conta com outros integrantes de passado musical importante.

Além de Joe, a banda conta com outros dois guitarristas. São eles Rob Caggiano e Scott Ian, ambos conhecidos por seus trabalhos na banda de trash metal Anthrax. Unem-se a eles o baixista Joshua Newton e o vocalista Keith Buckley, vindos da banda de metalcore Every Time I Die. O The Damned Things parece ser o elo perdido entre os três estilos distintos das antigas bandas de seus seis integrantes.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

O que esperar da união de duas as maiores bandas dos anos 90? Os antigos membros do Rage Against The Machine, Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk se reuniram no inicio dos anos 2000, no que parecia ser um retorno do grupo. Mas quem cantaria? Que tal uma das mais icônicas vozes da cena grunge?

- PUBLICIDADE -

Chris Cornell, eterno vocalista do Soundgarden, foi o encarregado de dar voz ao Audioslave. O supergrupo lançou, entre 2001 e 2007, três discos de enorme sucesso. Desde 2007, quando o Rage Against The Machine voltou para uma turnê comemorativa, o grupo está com suas atividades suspensas. Neste meio tempo Cornell dedicou-se a sua carreira solo e, recentemente, à volta do Soundgarden que lançou o disco “King Animal” em 2012.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Quando falamos anteriormente de artistas que não conseguem se manter em somente um projeto musical, talvez a imagem de Dave Grohl veio a sua cabeça. Qualquer pessoa que tenha as bandas Nirvana e Foo Fighters em seu currículo pode ser considerado um monstro do rock e qualquer projeto que conte com ele será um supergrupo.

Mas o Them Crooked Vultures não para por ai. Além de Grohl nas baquetas, este supergrupo conta com a lenda John Paul Jones, ex-Led Zeppelin, no baixo. O vocal? Bom, esta posição é ocupada pela voz única de Josh Homme, o líder do Queens Of The Stone Age. Devido as carreiras “titulares” de seus integrantes, o Them Crooked Vultures tem somente um disco lançado. Mas é o bastante para perceber o quão talentoso esse power trio é.

- ANUNCIE AQUI -

E pra você, qual seria o seu supergrupo dos sonhos?

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
Vicente Pardo: Editor do Nação da Música desde 2012, formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas em 2014. A música sempre foi sua paixão e não consegue viver sem ela. É viciado em procurar artistas novos e não consegue se manter ouvindo a mesma coisa por muito tempo. Também é um apaixonado por séries de TV e cultura pop.