Entrevistamos Malía sobre o álbum “Som Da Minha Casa”

Malía
Foto: Divulgação

A cantora e compositora Malía divulgou recentemente o seu mais novo álbum de estúdio, “Som Da Minha Casa”. Vibrante, regado da diversidade brasileira e percorrendo diferentes gêneros, o álbum está composto por 13 faixas.

Além de algumas colaborações, o material recebeu também um clipe da música “Vou Atrás” e o vídeo foi gravado na Cidade de Deus. Malía conversou com a Nação da Música e contou alguns detalhes sobre o projeto.

- ANUNCIE AQUI -

Entrevista por Katielly Valadão.
——————————— Leia a íntegra:
Oie, Malía. Como vai? Obrigada por falar com a Nação da Música! Em primeiro lugar, parabéns pelo novo lançamento. Você já adiantou que “Som Da Minha Casa” não está preso a um gênero musical específico, então conta pra gente, como você pensou o conceito e a liberdade criativa desse material?
Malía: Oii, eu estou ótima e você? Enquanto eu pensava em construir um novo projeto, tinha vívido em mim a vontade de construir uma sonoridade marcante a partir das coisas que eu mais gosto na arte, então fui atrás de desenvolver isso na prática em diversas tentativas.

Eu sou amante de música desde que eu me entendo por gente e o repertório apresentado a mim pelos meus pais é extenso, então eu queria que essa multiplicidade estivesse em voga, e por mais que eu passeie por vários lugares, me sinto confortável pois há uma memória afetiva relacionado a todos esses gêneros que cresci cantando e dançando, por isso a vontade de celebrar tudo isso neste trabalho.

- ANUNCIE AQUI -

Você fala sobre o sentimento de pertencimento, de estar em casa e as composições refletem isso com bastante intensidade. Como aconteceu o processo de composição desse material e como essas letras foram chegando até seu coração?
Malía: Eu tenho muito a agradecer a Deus pela forma que a composição chega até mim, eu me sinto muito confortável para transcrever em palavras o que eu sinto, algumas vezes mais facilmente que outras, mas sempre de uma forma leve.

Pra mim é sempre muito bom e surpreendente escrever pois não me prendo a nada e estou completamente aberta para onde as infinitas possibilidades da música podem me levar.
E nesse projeto foi muito interessante compor com outros artistas pela primeira vez fazendo dessa experiência mais valorosa ainda.

- ANUNCIE AQUI -

Malía, gostaria de puxar um gancho pro videoclipe de “Vou Atrás”, que tem a Cidade de Deus como ambientação e tá cheio de vida. Você poderia compartilhar como foi o processo desse material, desde a ideia até as filmagens?
Malía: Eu queria muito que tudo que eu destaquei nas músicas e o ambiente que me inspirou a fazê-las tivesse representado na imagem para que as pessoas pudessem fazer essa correlação de forma direta, pra mim é sempre muito importante salientar o contexto em que cresci para as pessoas entenderem que sou o que sou porque estive lá com meus amores e família e que as conquistas que tenho hoje são parte dessa construção.

Ainda nessa faixa você diz que “meu estilo eu reinvento”. Quando olha pra trás e vê tudo que já conquistou até aqui, o que mais te orgulha em relação a esse novo lançamento?
Malía: O que me orgulha é que eu sempre fui muito fiel a mim, aos valores passados pelos meus pais e os meus princípios, e hoje eu posso saldar isso de maneira independente na construção da ideia, pensando em quem eu sou e não necessariamente no que pedem ou esperam que eu seja.

- PUBLICIDADE -

Pensando no projeto como um todo, qual você diria que é a principal mensagem que gostaria de passar para todo mundo que vai ouvir e curtir seu álbum?
Malía: A principal mensagem que eu gostaria de passar para as pessoas é que não há lugar do mundo que elas vão sem levar ao menos um pouquinho de onde vieram e que que carregam com elas uma singularidade que é de grande valor, contribuindo para a pluralidade que é de extrema importância para a construção de um mundo melhor, por mais que muitas das vezes nós sejamos desestimulados a sermos espontâneos e a seguirmos um só caminho.

Além de ter colaborações, seu novo álbum também é muito família e você trouxe os seus pra pertinho. Como foi trabalhar com tanta gente querida e como esse círculo de aconchego influencia no seu trabalho?
Malía: Foi extremamente maravilhoso, acredito muito sobre a potência do afeto e de como também é nossa responsabilidade criar ambientes felizes para prosperarmos, por isso, fiz questão de trazer os meus. A confiança, o profissionalismo e a competência germinam em um ambiente de amor e respeito.

- ANUNCIE AQUI -

Gostaria de abrir um espaço livre para a resposta que desejar: Existe algo que você gostaria muito de contar e de compartilhar sobre o álbum que ninguém ainda tenha te perguntado?
Malía: Eu fico muito feliz de ter todas essas pessoas maravilhosas envolvidas nesse processo do álbum, desde os músicos, produtores, editores e participantes, mas queria ressaltar que não foi em todo momento que as minhas ideias foram bem-vindas, mas fui resiliente em minha visão e é válido dizer que como qualquer outra pessoa em sua jornada, tive que lutar muito para garantir o direito de ser eu mesma e performar minha personalidade nessas faixas, mas tudo valeu a pena, pois não há sucesso maior do que realizar o que se idealiza.

Para finalizar, gostaria de deixar uma mensagem especial para todos os leitores da Nação da Música?
Malía: Construam seus sonhos através da intuição, por mais difícil que seja, reconheçam o que é o conforto pra vocês, se estabeleça nele quando puder e criem, moldando as poucos sua realidade.

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Malía, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
Jornalista apaixonada por palavras, cultura e entretenimento.