#VCnaNM: Mariane Ávila conta como foi o Z Festival 2013 em São Paulo

Aconteceu no sábado (31) em São Paulo o Z Festival 2013. O evento, que ocupou o Espaço das Américas, contou com shows de F.U.S.S.C.A., Mika, Girls, Boyce Avenue, Emblem3, além da participação especial do P9.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Uma das fãs presentes no festival, Mariane Ávila, enviou seu depoimento sobre o evento para o Nação da Música, compartilhando alguns detalhes sobre as performances e toda a estrutura preparada para receber o público.

- ANUNCIE AQUI -

Você também pode enviar o seu depoimento através da aba Contatos ou em nossas redes sociais. Em breve novidades sobre a #VCnaNM estarão no ar.

- ANUNCIE AQUI -

Confira abaixo o depoimento de Mariane sobre o Z Festival:

- ANUNCIE AQUI -

“Foi um sábado de muitas estreias no Espaço das Américas, em São Paulo. A terceira edição do Z Festival pode parecer discreta em relação a de 2012, que contou com nomes grandes como The Wanted e McFly mas em questão de barulho, pode-se dizer que foi uma edição tão insana quanto a do ano anterior.

Quando cheguei no Espaço das Américas (local de fácil acesso pelo metrô) aproximadamente 45 minutos depois que os portões tinham sido abertos, não havia mais fila nenhuma na pista comum e quase todas as pessoas que estavam na fila da pista premium já haviam entrado também. O ambiente, como nos anos anteriores, foi dominado pela cor roxa. O pessoal do Yahoo!, patrocinador do evento, forneceu chapéus, pulseiras que brilhavam e outros artefatos de festa para todos e a galera da Poosh forneceu bases para carregar os celulares, elemento essencial hoje em dia para eventos que duram o dia inteiro (já que nossas baterias ainda não duram tudo isso).

- ANUNCIE AQUI -

Ambas pista premium e pista comum estavam relativamente vazias em relação a suas capacidades totais e, com isso, todos puderam ter uma visão legal dos artistas do palco. Os shows começaram nos horários previstos, com apenas poucos minutos de atraso (ou, no caso do Boyce Avenue, alguns minutos adiantado) e sem nenhum tumulto. Vi apenas duas ou três meninas que passaram mal e nenhuma briga, coisa ótima considerando que a faixa etária das meninas (e pouquíssimos meninos) que estavam lá variava entre 12 e 25 anos.

O Festival começou com a banda F.U.S.C.A, que conta com Arthur Aguiar, ex-Rebelde. Logo depois contamos com a presença de Mika, também ex-Rebelde, que animou a galera com covers de Seu Jorge, Charlie Brown Jr. e O Rappa.

- PUBLICIDADE -

A banda P9, com sua breve apresentação surpresa de 15 minutos, deixou todas as meninas histéricas pela primeira vez no dia. Cantaram algumas músicas acústicas, incluindo o sucesso “My Favorite Girl” tocado na novela.

Finalizando a série de bandas de abertura a banda Girls, do programa “Fábrica de Talentos”, teve sua estreia oficial no Z Festival. O show foi animado, com direito a participação de alguns fãs no palco para dançar e um repertório quase que inteiro com músicas originais.

- ANUNCIE AQUI -

E então, com quinze minutos de adiantamento, entra Boyce Avenue no palco. A banda subiu já sendo muito bem vinda pela plateia, com gritos e palmas. Com um repertório com músicas originais como “Hear Me Now” e “Broken Angel”, para mim o ponto alto do show foi o cover extremamente bem executado de “Fix You” do Coldplay. A banda de irmãos com certeza não me decepcionou no quesito performance, e as fãs com certeza não os decepcionaram na hora de cantar todas as músicas. “Queríamos vir ao Brasil há muito tempo já!“, disse o vocalista Alejandro Manzano.

Mal o show do Boyce Avenue terminou, já se ouvia o coro pedindo pela maior atração da noite, Emblem3. Os meninos, que ficaram famosos graças ao X Factor mas que já estavam na estrada há seis anos, começaram o primeiro show no país com “Girl Next Door”, e eu não imaginava que a plateia fosse cantar tão alto e gritar tanto. A energia durante o show estava incrível. Com corações, muitos “obrigado” e muitos “eu te amo“, os meninos levaram todos à loucura. Quando voltaram para as últimas duas músicas, vieram com a camiseta que já é de costume ganhar de presente por aqui: camisetas do time de futebol brasileiro com os nomes dos integrantes atrás. Finalizaram o show com “Sunset Blvd” e, aproximadamente meia noite o festival terminou, com muitas lágrimas, abraços e palmas vindos de todas as meninas (e dos meninos) da plateia.

- ANUNCIE AQUI -

No geral, posso dizer que o Z Festival cumpriu o prometido: agradar a geração Z, que consiste no pessoal menor de 18 anos. A energia estava incrível e o ambiente agradável, e com certeza farei presença na próxima edição :)”

Na NMSHOP, você encontra os primeiros álbuns do P9 e da banda Girls. Confira!

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Carioca, turismólogo, louco por música, tecnologia, viagens e metido a jornalista aqui na Nação da Música. Também um tanto maníaco por shows e festivais.