Entrevistamos Raye sobre “Euphoric Sad Songs” e planos para 2021

Raye
Foto: Dexter Lander / Divulgação
- PUBLICIDADE -
Maneva
- PUBLICIDADE -
Maneva

No final do ano passado, a cantora britânica Raye lançou seu EP “Euphoric Sad Songs” e a Nação da Música conversou com ela sobre isso.

- PUBLICIDADE -

Além de falar sobre o sucesso de seu mais recente lançamento, ela conta também a respeito da parceria com Rudimental na canção “Regardless”, cujo clipe ultrapassou a marca de um milhão de visualizações, e os processo de gravação do EP, que, para ela, além de muito emotivo foi também um processo de cura.

- PUBLICIDADE -

Raye ainda diz quais são seus planos para 2021 e o que os fãs podem esperar de novidade para esse ano que está entrando, fala de seu trabalho como compositora e as conquistas que teve no ano passado.

- PUBLICIDADE -

Entrevista por Henry Zatz.

- PUBLICIDADE -
Maneva
- PUBLICIDADE -
Maneva

——————– Assista ao vídeo da entrevista.

- PUBLICIDADE -

——————– Leia na íntegra.

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Primeiro, eu gostaria de começar falando sobre “Regardless”, que é um grande sucesso. O que você pode me falar dessa música? E como você está se sentindo com todo esse sucesso?
Raye: Eu estou muito, muito feliz. Eu amo a música e amo o sample da música original de onde eu peguei. E me sinto muito bem! Foi um ano muito difícil para todo mundo e muito duro com músicos também. Então é muito bom poder lançar uma música e conectar do jeito que é. Ela está crescendo, o clipe atingiu um milhão, o que para mim é novidade. Estou atingindo meus sonhos. É ótimo, eu estou muito feliz.

Já que você falou sobre o clipe, ele atingiu mais de um milhão de visualizações. Como foi o processo de gravação?
Raye: Em filmar o vídeo?

Isso.
Raye: Foi hilário. Foi engraçado, porque com a covid há várias regras, mas o hotel que nos deixou filmar lá foi ótimo. Nós gravamos a cena do barco logo cedo pela manhã. Por causa da covid só podia ter duas pessoas no barco, então estava o cinegrafista, a pessoa dirigindo e eu. Eu literalmente estava em pé no barco, com água espirrando no meu nariz, no meu olho. Mas foi ótimo! Também estava congelando de frio, mas foi ótimo. E eu estou muito feliz com o vídeo.

- PUBLICIDADE -

Sendo cedo assim, eu imagino que estivesse muito frio mesmo.
Raye: Estava congelando, no fim eu estava, por favor me dê a roupa. Mas foi bem divertido. Definitivamente.

E como surgiu a ideia de fazer a colaboração com Rudimental?
Raye: Basicamente, eu tinha escrito a música há um tempo. Eu estava procurando a canção perfeita, eu tinha tantas versões de “Regardless” com diferentes produções. Eu mandei um email para Rudimental e disse que ela precisava ser mais sombria. Ela precisava parecer balada, mas ainda assim emotiva. E ele arrasou. Aí eu perguntei se ele queria ficar na música, foi tudo rápido e muito fácil. Eles são incríveis, eu escrevi muito com eles durante a minha carreira e eles são ótimo músicos, arrasaram.

- PUBLICIDADE -

E Regardless faz parte do Euphoric Sad Songs. Como foi a experiência de trabalhar nesse álbum?
Raye: Definitivamente, foi muito emotivo, foi um projeto muito honesto. Você sabe, muitas das letras foram mensagens de texto e coisas reais que eu disse em algumas situações. Eu acho que coração partido é um conceito estranho, porque todo mundo canta a respeito, todo mundo fala em músicas, mas ainda é um sentimento solitário. É estranho que algo que todo mundo sente pode te fazer tão sozinho e triste. Eu fiz o projeto, documentando meu processo de cura, música por música. Eu começo onde estou completamente quebrada no chão, chorando demais até “Love of Your Life”, onde digo que já estou pronta para achar amor de novo e a vida é boa. Então foi como um diário, me libertando das emoções. Foi ótimo para mim.

Você comentou que são diferentes sentimentos, diferentes experiências. Você as escreveu em momentos distintos da sua vida? Como foi isso?
Raye: O processo de escrita foi, definitivamente, mais difícil no começo. “Love Me Again” foi muito difícil, foi um dia bem triste. “Please Don’t Touch” foi bem emotivo, “All Dressed Up” eu estava fora dos trilhos. De novo, eu sou muito grata de ser capaz de escrever e colocar meus sentimentos e forma de música, porque isso me salva, me levanta, me faz sentir forte. Eu posso fazer qualquer coisa se eu colocar minha mente nisso. Música eu acho que salva a todos nós, quando você sente algo ou precisa sentir algo. Então mais do que tudo, ajudou a processar a minha dor, para me sentir bem de novo.

Você escreveu sobre suas próprias experiências e te ajudou a curar a dor. Mas como você se sente com outras pessoas ouvindo sobre seus sentimentos?
Raye: É incrível! Eu acho que esse projeto tem literalmente mais força do que qualquer música minha jamais teve, especialmente o corpo de trabalho. É insano, porque eu olho as estatísticas e as pessoas me mandam informações, está indo bem nesse país, naquele país e eu fico “sério?”. Eu recebo mensagens lindas de fãs, de pessoas que amaram a música literalmente dizendo “isso me ajudou a superar minha perda, minha dor de coração, isso está me salvando agora”. Eu acho que ouvir isso é muito gratificante, como “uau, eu posso fazer isso?”. É tudo muito surpreendente para mim. Eu me sinto privilegiada, é um privilégio.

- PUBLICIDADE -

É realmente bem legal. E semana passada você lançou a versão acústica de “Regardless”, que honestamente eu amei muito. Você gosta de trabalhar no formato acústico? Como veio a ideia de preparar essa versão nova?
Raye: Na verdade, eu tenho um vídeo para soltar mostrando como foi feita essa versão. Nós fizemos uma versão leve e eu não acho que as pessoas sabem como estou envolvida no lado musical, não apenas escrevendo as canções. Então nós fizemos algo, demos uma nova ressonância. Eu amo música, amo fazer samples, eu amo criar versões das minhas próprias músicas. Eu gosto de mexer com esses sentimentos que eu gosto de tocar. Eu estou muito feliz que você gostou. Muito obrigado!

Sim, eu realmente amei!
Raye: Muito obrigado.

Outra música no álbum que fez muito sucesso foi “Secrets”, que atingiu o top 10 no Reino Unido. Como foi trabalhar com Regard e o que pode falar mais sobre essa música?
Raye: Foi louco como essa canção apareceu, porque foi uma música que eu escrevi há um tempo, talvez uns dois anos atrás. Ela era um R&B lento, totalmente diferente do que é agora. Apresentamos a música para Regard e ele amou. Ele basicamente fez um remix da minha demo original e trouxe à vida, num jeito totalmente original, ampliou meus vocais. E eu amei o que ele fez. Eu acho ele muito talentoso, eu amo a música e a visão dele. Eu amo como tudo ficou. Assim que ele colocou, eu pensei “isso é bom, isso é incrível” e se saiu super bem. Então foi ótimo. Eu acho que minha gravadora nem sabia, eu estava “gente, acho que isso é grande” e eles “sim sim”. Eu falando “Gente, isso é grande!” e eles “sim, claro”. Aí quando aconteceu eu pensei “eu disse !”

- PUBLICIDADE -

Claramente você estava certa.
Raye: Nesse caso sim (risos)

Ano passado foi um ano atípico para todos. Mas como você passou?
Raye: Em termos de carreira, foi ótimo. Eu tive música que foi muito bem no Reino Unido, o single “Tequila” chegou ao top 20. Tive “Secrets” que chegou ao top 10. Aí eu lancei Euphoric Sad Songs. Para mim, foi um ano de crescimento, mas por outro lado covid me atingiu muito forte. Eu digo mentalmente. Porque eu sou uma pessoa muito sensitiva e eu acordo todo dia sentindo que o mundo não está bem, nada está muito bem agora. Então eu não consegui escrever muito, eu estava escrevendo para outros artistas, mas não muito para mim mesma. O que não é nada comum para mim. Eu estou sempre criando e em 2020 foi quando eu menos criei desde que eu tinha 10 anos. Mas isso acontece, eu estou escrevendo de novo, trabalhando em novos projetos, me sentindo bem de novo e apenas contando os dias para tudo voltar ao normal e a gente apenas viver e eu conseguir fazer shows, eu sinto muita falta. Ver os fãs, eles cantando as músicas comigo, eu sinto muita falta!

Sei que é difícil fazer planos com a covid, mas você tem planos para 2021? Você falou sobre esse novo projeto, o que pode contar a respeito?
Raye: Eu tenho algumas colaborações vindo em 2021, eu estou trabalhando no meu projeto, que tecnicamente será meu primeiro álbum. Eu estou muito animada, porque estou esperando há tanto tempo e finalmente o momento chegou! Eu vou poder fazer um álbum e estou muito animada! Mas como gosto de estar muito envolvida e tudo tem que estar perfeito, eu realmente tenho uma visão. Isso acaba pegando muito de você, estou me aprofundando muito, eu já escrevi oito músicas para o projeto e só tem uma semana, as músicas estão caindo. Estou me sentindo ótima! Então, trabalhando num álbum, é muito gratificante, eu esperei por isso a minha vida inteira por esse momento. Então sim, muito animada! E esperançosamente, se tudo permitir, quero fazer uma turnê, depende das regras me permitirem.

- PUBLICIDADE -

Então seus fãs podem esperar muita novidade para esse ano?
Raye: Eu não vou ficar quieta. O contrário de ficar quieta vai acontecer comigo neste ano. (risos)

E não sei se você sabe disso, mas você tem alguns fãs brasileiros. Eu assisti a uns vídeos seus e sempre tem gente comentando. Você já chegou a ter contato com fãs brasileiros? Já viu esses comentários?
Raye: Eu tenho contato especialmente com fãs que chegam em mim e dizem “Raye, sua música está bem, ela está nessa playlist”. Eu conversei com alguns fãs brasileiros que me atualizam sobre como minha música está por aí e eu agradeço muito por isso! E mais do que  isso, é muito bonito poder ter fãs do outro lado do mundo, isso é insano. Então eu só quero dar um grande abraço e beijos nos meus fãs brasileiros e dizer segurem firme que eu estou chegando.

Eu espero que um dia possa fazer um show aqui, tenho certeza que muita gente ia adorar.
Raye: Eu espero também! Eu chego em breve! Carnaval! É uma escolha estratégica, se você me entende.

- PUBLICIDADE -

Haha sim, você vai amar. Raye, ainda temos um tempo aqui. Você falou que escreve músicas para outros artistas também e vi que você já compôs para muitos cantores, artistas grandes. Como funciona para você esse trabalho e tem alguém com quem gostaria de escrever?
Raye:  100%. Eu amo escrever e amo música. Eu acho que é muito bonito eu escrever para outros artistas, acho que tem menos pressão. Ajudo outros artistas a acharem as palavras certas ou a melodia certa, contar uma história. É muito gratificante e bonito. Além disso, posso construir ótimas relações, eu tenho vários amigos artistas, que me apoiam e eu os apoio. Nós cuidamos um dos outros. É louco isso. É um trabalho, mas não é, porque eu amo muito. Então sim, eu amo fazer isso, me ajuda a crescer, eu melhoro no que eu faço. Sabe, tem tanta gente com quem eu gostaria de trabalhar que eu não consigo te dar nomes específicos, porque acho que colaboração é o que faz da música um lugar melhor. Eu adoro trabalhar com outras pessoas, adoro aprender com outras pessoas, estar com outras pessoas, eu adoro trabalhar. Eu gostaria de trabalhar com Timbaland, Alicia Keys, eu gostaria de trabalhar com todo mundo! Tanto escrever uma música quanto fazer música junto. É mais ou menos aí onde estou. Eu amo autenticidade e pessoas que amam música. Isso é algo que eu posso compartilhar, você pode ver como eu sou por essa entrevista. Eu amo tanto música. Eu mal posso esperar por tanta gente com quem vou colaborar, tanta música que vou fazer. Estou muito feliz.

Bom Raye, o tempo está acabando aqui. Gostaria de te agradecer, eu gostei muito de falar com você.
Raye: Ah muito obrigado, Henry!

E bom, você pode mandar uma mensagem para seus fãs e nossos leitores?
Raye: Olá para todos os meus fãs brasileiros, aqui é a Raye! Eu só quero agradecer muito por me enviarem abraços virtuais, porque significa o mundo para mim saber que vocês ouvem a minha música e me apoiam. Eu mal posso esperar para ver vocês, fazer shows por aí. Eu não consigo esperar! Amo muito vocês, te amo!

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Raye, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.


Caso este player não carregue, por favor, tente acessa-lo clicando aqui.

- PUBLICIDADE -