Tom SpeightO Tom Speight está no Brasil para duas apresentações e, em breve, irá lançar seu primeiro álbum de estúdio. Aproveitando isso, a Nação da Música conversou com o cantor para saber mais detalhes de sua passagem e de seu disco.

O artista começou a ficar famoso em 2016 quando lançou seu single “Little Love”. Depois disso lançou diversas músicas e EP’s e passou a ganhar muitos fãs no Brasil.

Por causa disso, o músico veio para realizar um show no Rio de Janeiro, que aconteceu na quarta-feira (20), e outro em São Paulo, que vai acontecer no sábado (23) e de graça.

Confira abaixo a entrevista sobre o álbum “Collide”, suas inspirações na música e sua relação com o Brasil. Ao final, há também os detalhes de sua apresentação na capital paulista.

Entrevista por Henry Zatz.

Esta é sua primeira vez no Brasil. O que você está esperando desta passagem?

- PUBLICIDADE -

Tom Speight: Eu lancei uma música chamada “Little Love” em 2016 e o Brasil foi o primeiro lugar que mostrou amor à minha música e eu nunca esperei que minhas músicas chegassem ao Brasil. Está sendo bem surreal vir para cá. Eu fiz meu primeiro show no Rio de Janeiro na quarta-feira, e foi ótimo conhecer o povo brasileiro, vê-los sorrindo e cantando as músicas comigo. Está alcançando todas as minhas expectativas e eu estou curtindo muito.

Como é sua relação com os fãs nas redes sociais? Isso foi fundamental para vir para cá?

Tom Speight: Eu acho que quando lancei “Little Love”, a música entrou em viral no Spotify no Brasil e a partir daí, comecei a receber diversas mensagens de “Venha para o Brasil” no Twittter e Instagram. Eu sempre respondi prometendo que iria um dia, demorou um tempo, porque quis ter a certeza que era o momento certo de visitar. Estou muito animado de estar aqui agora e espero voltar de novo, fazer grandes shows, porque eu amo o povo brasileiro e gosto bastante do calor também.

E o que os fãs irão ver em seus shows?

- PUBLICIDADE -

Tom Speight: Eu vou tocar as músicas que estão no Spotify que o público já ouviu antes. Eu vou tocar por volta de dez canções e quando vocês vierem me assistir, vão ver uma performance bem agradável e espero que estejam lá cantando comigo.

Você está prestes a lançar seu primeiro álbum, “Collide”. O que podemos esperar?

Tom Speight: Eu acho que se você gosta dos meus EP’s, você vai gostar deste álbum também. São as 13 das minhas melhores músicas, inclui “Little Love” e “Willow Tree”. Ele é bem pessoal e eu acho que é o melhor momento para eu lançar este disco para os meus fãs

Como foi o processo de gravação para você?

O processo de gravação foi bem parecido com o da gravação dos EP’s. Eu trabalhei com o mesmo time de pessoas com quem trabalhei nos EP’s, mas o álbum é mais ambicioso e confiante, nós definitivamente avançamos bastante com relação às gravações anteriores.

- PUBLICIDADE -

O que achou da reação do público com relação às músicas já lançadas deste álbum?

Tom Speight: Eu sempre fiquei maravilhado com a quantidade de pessoas que ouviram as músicas, nós temos algo perto de 300 mil ouvintes no Brasil. É bem surreal como as pessoas se relacionam e se conectam com as canções. Eu conheci um fã na quarta-feira e ele estava me dizendo como as músicas o ajudaram a sair de um período difícil, de tristeza, então é bem legal receber esse tipo de mensagem, saber do poder das músicas, saber como ajudaram e aproveitaram.

Quais são suas influências musicais?

Tom Speight: Eu amo Beatles, Oasis, eu amo músicas boas. Eu acho que a música é a coisa mais importante e acho que quando tem uma boa guitarra acústica costuma ser uma canção boa. E para mim os Beatles têm as melhores músicas.

Você poderia deixar uma mensagem para os leitores do Nação da Música?

Tom Speight: Eu queria agradecer muito por ouvirem a minha música, espero que tenham gostado da entrevista e, definitivamente, eu vou voltar para o Brasil. Então continuem lendo e continuem comigo.

—————————— SÃO PAULO (SP)
Data: sábado, 23 de março de 2019
Local: House of Bubbles
Endereço: R. Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 61 – Pinheiros, São Paulo (SP)
Horário: 15h
Ingressos: Gratuito
Classificação: Livre

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Tom Speight, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!