Após várias manifestações à favor da liberdade musical de Kesha após sua audiência contra o produtor Dr. Luke e a Sony Music na última sexta-feira (19), a advogada do produtor, Christine Lepera, afirmou que Kesha “já está ‘livre’ para gravar e lançar músicas sem trabalhar com Dr. Luke se ela não quiser“, de acordo com a Rolling Stone.

Lepera disse que alegar que Kesha não é livre é um mito e que a gravadora investiu 11 milhões de dólares para promover a carreira da cantora. Ela também negou as acusações de estupro contra Dr. Luke: “As acusações contra ele são mentiras com intuito de extorquir uma renegociação de contrato e dinheiro”. Segundo a advogada, Kesha nunca reportou abuso às autoridades ou à Sony Music e jurou perante sua equipe de advogados que isso nunca aconteceu. “O objetivo da equipe de Kesha tem sido obter um contrato mais lucrativo através de uma campanha sem vergonha de reivindicações ultrajantes que nunca vai prevalecer em um tribunal de justiça”.

Vários artistas mostraram apoio à Kesha enviando mensagens de apoio em suas redes sociais e através de doações, entre eles estão Lady Gaga, Demi Lovato, Taylor Swift, Lorde e outros.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades da Kesha e da Nação da Música.