O cantor britânico Ed Sheeran, que está atualmente abrindo os shows da “Red Tour” de Taylor Swift, confrontou um grupo de religiosos que protestavam no local de um  dos shows.

A Igreja Batista de Westboro é bastante conhecida nos Estados Unidos por perseguir e abominar o homossexualismo. Durante seus atos de repúdio, muitas vezes grosseiros contra a comunidade gay americana, os membros da igreja protestam portando faixas e cartazes com frases, entre elas a conhecida “God Hates Fags” (Deus odeia bichas).

Na última semana membros desta igreja foram protestar em frente ao show de Taylor Swift na cidade de Kansas nos Estados Unidos, onde Ed Sheeran abria mais uma noite. Após a performance o cantor mandou um recado, através do Twitter, para os protestantes que estavam na porta do evento:

Para as pessoas que estavam atrapalhando fora da arena: guardem sua visão homofóbica para si mesmos. É 2013

Os protestantes da Igreja Batista de Westboro se encontravam no local não por causa de Ed, mas sim por Taylor, a qual eles acusaram recentemente de ser uma “imagem indecente e o modelo para jovens prostitutas de uma América condenada”.

Taylor Swift ainda não se pronunciou sobre tais acusações, ela e seu parceiro de estrada seguem com a “Red Tour” pelos Estados Unidos lotando estádios e casas de shows por onde passam.

- PUBLICIDADE -