O guitarrista e co-fundador do Deftones, Stephen Carpenter, disse ao Ultimate Guitar em entrevista publicada no último sábado (20) que nem queria tocar no novo disco da banda, o “Gore”.

Ao ser perguntado se tem alguma música ou trecho de guitarra do qual se orgulha no álbum, o músico respondeu: “Oh Deus. Eu acho que o que mais me orgulho sobre minha guitarra neste disco seria apenas o fato de tocar, porque eu nem queria tocar nele, pra começo de conversa. Eu entrei nele quando já era bem tarde. Eu olho para as músicas do disco e todas foram um desafio para mim”.

Carpenter disse que a maior barreira foi o novo seguimento de metal que estão querendo fazer: “Eu simplesmente curto muito metal e amo todo metal que está sendo tocado. Só queria que todo mundo parasse com esse negócio de “djent”. É uma estupidez. É apenas metal”. Quando perguntado se queria deixar a banda, o guitarrista negou: “Eu nunca deixaria a banda que eu criei, mas a banda está me deixando, eu não posso controlar isso”.

“Gore” chega às lojas no dia 8 de abril e está em pré-venda no site oficial do Deftones.

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Deftones e da Nação da Música. Ouça o single “Prayers/Triangles”:

- PUBLICIDADE -