Jack White é nomeado para Conselho de Igualdade dos Gêneros de Nashville

Jack White.

Um evento executivo, na última quarta-feira (13), institucionalizou a criação do novo Conselho de Igualdade dos Gêneros de Nashville, capital do estado americano do Tennessee. Entre os 45 membros nomeados pela Prefeita Megan Barry; o músico, compositor e multi-instrumentista Jack White endossa a comissão, que prevê suporte às autoridades e estudos sobre igualdade social e civil na área metropolitana da cidade.

Anteriormente, Jack já havia integrado o “Music Business Council” instituído pelo ex-prefeito de Nashville, Karl Dean. As políticas trabalhistas implementadas pela gravadora “Third Man Records”, fundada pelo cantor – incluindo seis meses de licença maternidade e três de licença paternidade, ambas remuneradas; seguro de saúde para todos os funcionários e salário mínimo de 15 dólares por hora –  foi um dos fatores que contribuíram para essa nova nomeação.

Na coletiva de imprensa – relatada na íntegra pelo The Tennessean e publicado em seu perfil oficial no Facebook; Jack explicou:

Na minha vida nas artes, eu sempre considerei injusto quando, por exemplo, ao produzir uma faixa de gravação, o baterista, em tese, seria menos valorizado do que o vocalista, simplesmente porque que o cantor tinha um agente ou representante. Eu acho que eles deveriam ser pagos igualitariamente. Isso soa tão ridículo quanto pagar salários diferentes para dois violinistas, só porque um deles é do sexo masculino e outro do sexo feminino? Eu acho que sim” declarou White, antes de seguir o pronunciamento reafirmando a ideologia implementada pela sua gravadora:

Nada é mais importante do que uma nova vida e alma que está sendo trazido ao mundo e os pais de recém-nascidos não deveriam ter que se preocupar com nada, apenas a saúde e o bem-estar dos seus filhos. Se a minha pequena empresa pode promulgar essas ideias, por quê o McDonald ou a General Motors não podem? Eu acredito que todo ser humano neste planeta e nesta sociedade em que vivemos merecem ser tratados da mesma forma” completou.

O músico encerrou falando sobre a importância de tratar todos de forma igual, usando como gancho os episódios recentes, na Carolina do Norte, a respeito da Lei HB2 e do “Bathroom Bill”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro das novidades de Jack White e da Nação da Música.

COMPARTILHAR
André Ávila
Salvador, BA | 1990

DEIXE SEU COMENTÁRIO!