Juiz nega pedido de novo julgamento para o caso de Robin Thicke e Pharrell Williams

Na última quarta-feira (15), o pedido de um novo julgamento do caso Robin Thicke e Pharrell Williams sobre o plágio da música do Marvin Gaye foi negada pela justiça americana. Em março o juiz havia decidido que a música “Blurred Lines” era plágio de “Got To Give It Up”, de 1977, escrita por Marvin Gaye.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Dois meses depois, Robin e Pharrell, entraram com recurso alegando que a decisão do juiz não tinha provas suficientes. No entanto John Kronstadt,  juiz responsável, alinhou com a família de Gaye e declarou que o rapper TI, que tem participação na música, também deverá pagar os danos de direitos autorais reduzido de 7,4 milhões de dólares para  5,3 milhões de dólares.

- ANUNCIE AQUI -

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Robin Thicke, Pharrell Williams e da Nação da Música.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

 

 

- ANUNCIE AQUI -