“Take Me To Church”: Hozier se pronuncia sobre acusação de plágio

Na última semana, polêmicas envolvendo um possível plágio feito em “Take Me To Church” de Hozier vem bombando na internet, mas nesta segunda-feira (05), o cantor foi até sua página oficial no Facebook para dar um fim a essa história.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Tudo começou quando o compositor Chilly Gonzales comparou o single a “How Come You Never Go There” da cantora Feist, lançado em 2011 e brincou: “Talvez Feist deveria levar ele [Hozier] a corte”. Não contente com a acusação, o irlandês abriu um caso de difamação contra o compositor, o que fez com que Gonzales publicasse um pedido de desculpa no Facebook, admitindo respeitar o trabalho de Hozier.

- ANUNCIE AQUI -

O cantor então se pronunciou diante de todos os rumores sobre ações judiciais e esclareceu não dar continuidade em nenhum processo: “O que eu estava procurando era um pedido de desculpas sobre uma suposição injusta”, deixando de lado qualquer ressentimento.

- ANUNCIE AQUI -

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades de Hozier e da Nação da Música. Ouça “How Come You Never Go There” e conte sua opinião sobre o caso:

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.