Troye Sivan
Foto: Hedi Slimane

Troye Sivan recusou o título de “ícone gay” em entrevista à revista Another Man, publicada na última terça-feira (22).

Durante a entrevista à publicação britânica, o cantor falou sobre a apresentação de “My My My” no programa Saturday Night Live, como foi a experiência de sair do armário e se assumir publicamente como gay.

O artista também falou sobre o crescimento no número de artistas LGBTQ na indústria musical: “com pessoas como Hayley Kiyoko e Brockhampton, nós estamos começando a ganhar, finalmente, um grupo diversificado com diferentes perspectivas LGBTQ”.

“É por isso que eu educadamente não quero essa coisa de ‘ícone gay’. Eu sou apenas uma voz entre tantas que estão faltando, eu só estou tentando contar a minha história”, explicou o australiano.

O momento que Troye está vivendo agora, com 22 anos, também serviu como inspiração na hora de criar seu novo álbum de estúdio, “Bloom”. “[Com o meu primeiro álbum] eu estava em um momento de crescimento, de sair do armário e experimentar o primeiro amor, e agora eu estou um momento diferente, e eu quero contar a história de onde estou agora”, declarou Sivan.

O disco sucessor de “Blue Neighbourhood” tem lançamento previsto para 31 de agosto, como foi divulgado pelo cantor via Twitter recentemente:

- PUBLICIDADE -

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte ”Troye, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.