Chegamos à última parte do especial da Fresno aqui na Nação da Música. Nesta semana, viajaremos um pouco através da história do grupo, contada pelos seus videoclipes. A banda sempre lançou mão das produções visuais para divulgar suas músicas, mesmo em sua fase independente. Em 2003, quando os sites de vídeo ainda engatinhavam, eles lançaram um clipe com produção caseira para o single “Stonehenge”.

Na sequência, já com uma boa base no underground, a Fresno teve dois vídeos lançados para divulgar a música “Onde Está”, a primeira do grupo a figurar na programação de grandes rádios, principalmente do Rio Grande do Sul, e em emissoras de televisão. A segunda versão, que conta com um clipe de história, chegou a ser exibida em programas da MTV, muito impulsionado pela proporção que a banda tomava no cenário independente nacional.

Porém, os clipes da Fresno só foram ganhar de fato as paradas de importantes canais musicais em 2006. E o grande responsável por isso foi “Quebre As Correntes”, single de estreia do álbum “Ciano”. O clipe chegou a figurar por várias semanas na parada Disk MTV, acompanhando o ritmo da música nas rádios de todo o Brasil.

A parceria entre Fresno e MTV aumentou naquele contexto. No ano seguinte, a emissora lançou, através de sua plataforma online de vídeos “MTV Overdrive” um clipe para a versão de “Alguém Que Te Faz Sorrir” do álbum “Ciano”. A parceria com a MTV também aconteceu no DVD “MTV 5 Bandas de Rock”, que rendeu um clipe para divulgar o single “Polo”.

Com a chegada da Fresno às grandes gravadoras, e o lançamento de “Redenção”, era esperado um alcance ainda maior das produções visuais do grupo. O primeiro deles foi “Uma Música”, single de estreia do disco de 2009.

O disco, que tinha diversas canções que exploravam uma levada mais pop, também teve como single “Desde Quando Você se Foi”, que ganhou um clipe acompanhando o grupo na estrada e o aumento significativo do público e dos shows da Fresno. A música “Alguém Que Te Faz Sorrir” ressurgiu em “Redenção”, com uma versão diferente, e também ganhou um videoclipe.

- PUBLICIDADE -

Com o lançamento de “Revanche”, e apostando numa ruptura dos moldes utilizados em “Redenção”, a Fresno começava a despontar para o rumo que queria tomar na carreira dali em diante. O single de estreia foi a música “Deixa o Tempo”.

Outros dois singles do trabalho ganharam videoclipes. O primeiro deles foi “Eu Sei”, que conta com um registro divertido da banda e seus amigos curtindo um dia ensolarado em uma espécie de clube. O outro foi “Porto Alegre”, canção bastante emotiva do álbum, e que ganhou um clipe que faz ode à cidade natal, e todas as memórias da Fresno.

De volta ao independente, a Fresno lançou em 2012 o disco “Infinito”, e com o audacioso álbum quatro grandiosos videoclipes. O primeiro deles é para o single que dá nome ao registro, acompanhando a epopeia dos “integrantes mirins” em enviar uma sonda para o espaço. Um vídeo bastante impactante, ainda mais tratando-se de uma banda independente.

O segundo deles foi para “Maior que As Muralhas”. A canção, que traz uma letra de superação de desafios, não poderia ganhar um registro visual melhor. O clipe, dirigido por Daniel Ferro, conta com a participação e depoimentos de diversos atletas paraolímpicos. O terceiro foi a poética produção de “Sutjeska/Farol”, que acompanha o vocalista Lucas Silveira traçando o seu paralelo entre a Bósnia e a praia de Mostardas, no Rio Grande do Sul. Por fim, a canção “Sobreviver e Acreditar” também ganhou um registro visual, acompanhando o grupo na Europa.

- PUBLICIDADE -

O mais recente vídeo lançado pela Frenso é para a canção “Acordar”, single de divulgação do DVD lançado em 2015 pelo grupo, que comemorar os 15 anos da banda. O vídeo, obviamente, conta com imagens extraídas do show.