KoRn: Brian Welch pede desculpas após declaração sobre Chester Bennington

Chester Bennington
O guitarrista da banda KoRn, Brian Head Welch, se desculpou sobre as declarações polêmicas que fez depois da morte confirmada de Chester Bennington por suicídio. As informações foram publicadas pela NME nesta terça-feira (1).

Um pouco depois da notícia de que o vocalista do Linkin Park havia falecido, Welch escreveu em suas redes sociais dizendo que “desistir dos seus filhos, fãs e da vida é a saída mais covarde”. Claro que as respostas a essa declaração não tardou e as pessoas, inclusive fãs, se mostraram bastante indignadas.

Porém, nessa última semana, o guitarrista deu uma entrevista para WRIF se retratando sobre o assunto. “Eu fui infeliz. Falei com o coração partido, um coração despedaçado, devastado e em luto. Eu gostaria de ter feito diferente. Mas quando na história do rock, ou na indústria da música, nós vimos algo assim? Duas vozes monstruosas, tantas inspirações para tantos. Chris Cornell tirou a própria vida e foi muito triste. Eu não era tão próximo a ele, mas isso foi como… Pessoas que estão com a vida bagunçada – não um cara que tem família e está indo bem. E nós ouvimos histórias, talvez fosse o Ativan que fez isso. Muito trágico, né?”

“Então, comecei a me sentir ok depois disso, porque poucos meses já tinha passado, ou algo assim. Aí nós acordamos e vemos Chester no TMZ. Eu achei que era uma farsa. Tinha que ser uma farsa. Não podia ser real. Aí eu descobri que realmente era verdade. E estávamos todos devastados; você deveria ter visto as nossas caras. Assim como todo o mundo, eu imagino, eu conhecia esse cara. Estávamos em choque. A banda toda estava falando sobre isso.”

Ele ainda falou que entrou em negação e realmente custou a acreditar que aquela informação estava certa. “Dois caras estão mortos agora. Eles tiraram a própria vida. E ouvi dizer que o Chester fez isso no dia do aniversário de Cornell. Eu enlouqueci. Eu fiquei tipo ‘isso tem que parar’.” Brian Welch ainda citou a declaração de Slash sobre estar sentindo diversos tipos de emoções ao mesmo tempo. Por fim, ele diz que errou e assumia o que fez.

O funeral de Chester Bennington aconteceu no último final de semana e foi aberto apenas para familiares e amigos. O eterno vocalista do Linkin Park tinha 41 anos, era casado e tinha seis filhos. Recentemente, sua esposa e a banda fizeram declarações a respeito de sua morte.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Korn e Linkin Park, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

VIANME
COMPARTILHAR
Formada em jornalismo, considera a música uma de suas melhores amigas e poderia facilmente viver em todos os festivais. Bandas preferidas? McFLY e Queens of the Stone Age.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!