Bruce Springsteen
Na última sexta-feira (6), Bruce Sprigsteen disponibilizou a sua apresentação no Roxy, em Los Angeles, de 1978, 40 anos depois do show.

O concerto foi altamente pirateado e comercializado, pois foi transmitido ao vivo na época pela KMET-FM. Agora, a apresentação foi remasterizada e remixada como parte de uma série de arquivos da carreira do cantor.

Momentos marcantes do show incluem a estrei de “Point Blank”, uma versão em piano de “Independence Day”, covers de “Rave On”, do Buddy Holly, e “Heartbreak Hotel”, de Elvis Presley. Além disso, uma versão completa de “Backstreets” com o interlude de “Sad Eyes”, que não saiu em uma edição liberada que continha os sucessos de 1975-1985 de Bruce Springsteen.

O Roxy recebeu naquela noite de 7 de junho de 1978, 500 pessoas na audiência. Tudo muito intimista, diferentes dos lugares lotados que o cantor estava acostumado. Ele também foi capa da Rolling Stone na época, falando sobre sua turnê. “Decidido a fazer um show especial, Springsteen sai do que é de costume. Ele dança nas mesas e a multidão pula para agarrá-lo. Ele canta ‘Candy’s Room’, uma música de Darkness que ele nunca performa, e na metade do primeiro set, o cantor introduz ‘uma nova canção que escrevi depois de Darkness. Ela se chama ‘Point Blank’, e é sobre se sentir preso'”, escreveu Dave Marsh na edição.

Segundo a mesma edição da Rolling Stone, um crítico de rock do Los Angeles Times ficou sem palavras sobre a apresentação no Roxy. “Como eu critico esse show após afirmar que o show no Forum foi um dos melhores eventos de todos os tempos em Los Angeles? Quem vai acreditar em mim”, teria dito Robert Hilburn.

É possível comprar o show aqui.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Bruce Springsteen, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.