Capital Inicial: Dinho Ouro Preto conta história de “Melhor Do Que Ontem”

Capital Inicial
Foto: Allison Ribeiro / Nação da Música.
- PUBLICIDADE -
Raízes da Mamma
- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

Em vídeo divulgado nesta terça-feira (13), Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, contou sobre o surgimento de “Melhor Do Que Ontem”, colaboração feita com Thiago Castanho, ex guitarrista do Charlie Brown Jr. O relato faz parte de mais um episódio de “Como Nasce Uma Canção”, série disponível no canal oficial da banda e que narra a história por trás de alguns dos seus maiores sucessos.

- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

A faixa que foi composta após a sucessão de tragédias envolvendo Chorão e Champignon, conectou ainda mais os artistas que viram na música uma forma de apoio mútuo e superação durante o momento difícil.

- PUBLICIDADE -

“Eu acho que essa música marca o momento de superação, o momento de tentar virar a página, tentar construir algo positivo do fundo do poço, de quando realmente a vida te esmagou, quando a vida só te deu cartas ruins, de você tentar se levantar de novo” disse o cantor em um dos trechos do vídeo.

- PUBLICIDADE -

Ainda no depoimento, Dinho não deixou de expressar sua admiração e rasgar elogios ao amigo, declarando acreditar que ele seja um dos maiores guitarristas do rock brasileiro. Assista ao vídeo no final da publicação.

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Capital Inicial, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

Estudante de jornalismo que escuta rock triste e chora pelos cantos