Causa da morte de Keith Flint, vocalista do The Prodigy, é confirmada

- PUBLICIDADE -
blank
Foto: Reprodução/Instagram
blank

As autoridades inglesas confirmaram nesta segunda-feira (11), que a causa da morte de Keith Flint, vocalista da banda The Prodigy, foi suicídio. As informações foram publicadas pela BBC.

O músico foi encontrado morto no dia 04 de março, aos 49 anos, em sua residência, no condado de Essex, no leste da Inglaterra. Ainda não há resultados de exames toxicológicos.

O DJ e tecladista do grupo, Liam Howlett, já havia cogitado a hipótese de suicídio do cantor em uma postagem no Instagram: “Não posso acreditar que estou dizendo isso, mas nosso irmão Keith se suicidou no final de semana. Estou chocado, irritado, confuso e com o coração partido. Descanse em paz, irmão”.

Keith Flint se juntou ao Prodigy em 1990 como dançarino. Seis anos mais tarde, ele assumiu os vocais na música “Firestarter“, responsável por tirar a banda do anonimato. O sucesso com o público fez com que ele se tornasse o principal vocalista do Prodigy, a partir do álbum “The Fat of the Land”.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam The Prodigy, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, YouTube, Facebook, Instagram e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - clique aqui e cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -